Conservatório sorteia 102 vagas da educação musical para 143 crianças

Evento com a presença de pais e crianças inscritas aconteceu na segunda

1405
Shirlei sorteia vagas por meio de números retirados do globo (foto: Francis Jonas Limberger)
Publicidade
Antuerpia
Fabio Villa Nova

Os cursos gratuitos de musicalização infantil e educação musical do Conservatório de Tatuí tiveram 143 crianças inscritas para um total de 102 vagas. O sorteio, com a presença de dezenas de pais e filhos, aconteceu na tarde de segunda-feira, 29.

A média geral ficou em 1,4 candidato por vaga. A maior procura se deu para as 24 vagas da musicalização infantil 2, voltada a crianças com cinco anos. Houve 41 inscritos (média de 1,7 por vaga).

Para a musicalização infantil 1, com crianças de quatro anos, houve 58 inscrições para 48 vagas (média 1,2). Nas turmas de educação musical, para crianças com seis anos, 30 vagas foram sorteadas para 44 crianças (1,4).

“Considero esses índices bastante positivos. Eles variam de ano para outro. Em 2017, tivemos entre três e quatro crianças por vaga; agora, em 2018, temos algo entre uma ou duas”, avalia a coordenadora do setor de educação musical do Conservatório, professora Shirlei Escobar Tudissaki, responsável pelo sorteio.

Shirlei ressalta que os cursos infantis atraem também crianças das cidades do entorno de Tatuí e, em um caso registrado neste ano de 2018, uma de São Paulo.

Publicidade
Antuerpia
Fabio Villa Nova

“No caso das crianças de fora da cidade, a maioria é de poder aquisitivo maior. Por conta da necessidade de viajar todas as semanas, tem que ter carro ou pagar ônibus. Então, quem vem de fora normalmente tem uma condição social privilegiada. Em Tatuí, todo mundo participa, mesmo quem mora nos bairros mais afastado”, acrescenta a coordenadora.

De acordo com ela, as crianças não sorteadas na segunda-feira ainda têm chance de conseguir vaga, pois costuma haver desistências. Já os pais das crianças sorteadas precisam ficar atentos aos prazos da matrícula.

A lista com os nomes sorteados e as orientações para a matrícula serão publicadas no site do Conservatório de Tatuí (www.conservatoriodetatui.org.br).

Quem está atenta aos prazos é Mônica da Costa Neves Rodrigues, moradora do centro e mãe de Guilherme, de quatro anos. Ela acompanhou o sorteio, e o número 11, correspondente ao filho, foi o primeiro retirado do globo.

Guilherme deverá ser um dos alunos do curso de musicalização infantil 1, na turma das manhãs de terça-feira. Ele participará de atividades simples, que estimulam o movimento, a expressão corporal e o gosto pela música. Também terá a introdução à leitura e escrita musical, bem como ao uso de instrumentos e um repertório adequado à faixa etária.

Guilherme frequenta a educação infantil do Colégio Objetivo e a mãe soube das vagas no Conservatório por meio de um grupo de WhatsApp, no qual os pais da turma se comunicam.

“Considero essa participação muito importante, pois permite o desenvolvimento de diversas habilidades, como a coordenação motora”, comentou Mônica.

Ela se espelha no próprio exemplo, pois fez curso de violino no Conservatório. No entanto, acabou escolhendo outra área profissional. No caso do filho, tornando-se músico profissional ou não, a mãe considera que a participação nos cursos infantis de música vale muito a pena. “Isso é cultura, e nem todas as pessoas têm acesso”.

Resultados

A coordenadora Shirlei afirma que os resultados que o Conservatório vem obtendo com os cursos infantis não poderiam ser melhores.

“Das crianças que passam por aqui, 99,9% vão para os cursos de instrumento. A exceção é quando o pai ou a criança não quer. Mas, são pouquíssimos casos”, comenta a professora.

Os relatos dos professores dos cursos de instrumento, que recebem os alunos egressos da educação musical, também são muito positivos, conforme Shirlei. “As crianças que chegam já estão prontas, já conhecem notação musical, já tocam, já conhecem a rotina da escola e os estudos que o instrumento exige”.

Dessa forma, a coordenadora acredita que, entre as crianças inscritas para o sorteio de segunda-feira, certamente há futuros músicos, “talvez alguns com futuro brilhante”. “A criança que inicia aqui vai para o instrumento porque gosta muito, sabe que é algo muito positivo”.

Para os demais sorteados, a professora também prevê um futuro melhor. “Mesmo não se profissionalizando na música, já vai ser um ser humano mais consciente, conhecedor da música de qualidade, com mais discernimento e capacidade intelectual”, observou Shirlei.

O sorteio também teve a presença de representantes da nova direção do Conservatório. Participaram Pedro Persone (ex-professor do Conservatório) e a diretora pedagógica Akiko Yafuzo.

“Daqui que sairão os músicos do Conservatório, e a gente vê isso com muito bons olhos”, afirmou Persone, dando boas-vindas a pais e filhos e lembrando que ele havia sido professor de Shirlei.

Publicidade
Antuerpia
Fabio Villa Nova