Puro sangue lusitano elege grandes campeões em evento no município

Centro Hípico de Tatuí foi palco da 39ª edição de exposição internacional

24
Título de campeão dos campeões de 2021 é conquistado por Olimpo do Castanheiro(foto: Ney Messi)
Da redação

A 39ª Exposição Internacional do Cavalo Puro Sangue Lusitano, conforme a organização,“superou as expectativas com elevado número de participantes, animais de muita qualidade e disputas emocionantes”.

O evento aconteceu no Centro Hípico de Tatuí e, na noite de domingo,5, conheceu os novos “grandes campeões” e, em especial, o “campeão dos campeões de 2021”.

O título mais cobiçado do evento foi conquistado pelo jovem macho Olimpo do Castanheiro (Escorial em Hannukah do Retiro), exposto pela Coudelaria Ilha Verde e proveniente da criação da Coudelaria do Castanheiro.

Durante a participação no evento, o animal, primeiro, venceu a categoria de machos de quatro anos hípicos;depois, sagrou-se grande campeão macho adulto e grande campeão macho, até conquistar o prêmio máximo de campeão dos campeões.

Sem esconder a emoção, o titular da Coudelaria Ilha Verde, Victor Oliva,mostrou todo o encantamento com Olimpo do Castanheiro. “O cavalo lusitano só tem me dado alegria, seja no Brasil, em Portugal ou na Alemanha. Eu realmente acredito na raça, e acho que isso é só o começo”, garantiu.

“O Olimpo é um cavalo espetacular,que ainda vai realizar muita coisa e vai ser um pai espetacular. Seu principal diferencial é, sem dúvida, a flexibilidade, a mesma qualidade demonstrada pelo pai dele”, completou Oliva.

Na disputa final, Olimpo venceu outro animal com participação destacada no evento, a potra Quebella do Vouga (Baluarte do Vouga em Zelosa do Vouga). A jovem palomina, exposta e selecionada pela Coudelaria Rocas do Vouga, acumulou premiações ao longo da mostra, sagrando-se campeã da concorrida categoria de fêmeas de dois anos hípicos, grande campeã fêmea jovem e grande campeã fêmea.

O Concurso de Modelo e Andamentos consagrou outros quatro cavalos do puro sangue lusitano, incluindo o grande campeão macho jovem, Q-Raro do Vouga (Riopele em Harmonia do Vouga), exposto por Milton Amadeu Junior e selecionado pela Coudelaria Rocas do Vouga, e o primeiro reservado grande campeão jovem, Quimanji do Castanheiro (Gengibre Comando SN em Brotoeja do Castanheiro), proveniente da criação da Coudelaria do Castanheiro.

Ainda foram consagrados a primeira reservada grande campeã jovem, Pandora SOTW (Escorial em Lua HM), exposta pela Coudelaria do Castanheiro e proveniente da criação de Vítor Silva,e o primeiro reservado grande campeão adulto, Oriente Mito do Vouga (Riopele em Cachimira do Mito), originário da criação da Coudelaria Rocas do Vouga.

Comandada pelo criador Manuel Tavares de Almeida Filho, a Coudelaria Rocas do Vouga conquistou também os títulos de melhor expositor e melhor criador da 39ªExpo Internacional.

“É muito gratificante poder receber estes prêmios. Afinal, o nível dos animais participantes estava muito alto, o que valoriza essas conquistas e faz com que a gente fique ainda mais feliz”, disse. “Essa, afinal, é sempre uma competição em família, em que a gente torce por nossos animais, mas também para que o melhor animal vença, pois é assim que a raça pode evoluir”, complementou Almeida.

Expectativas superadas

Na avaliação do juiz português Tomé Jorge Nunes, responsável pela condução do Concurso de Modelo e Andamentos, a 39ª Exposição Internacional foi um evento surpreendente. “Esse foi um campeonato que me surpreendeu”, declarou.

“Tanto pela quantidade,pois não vinha à espera de mais de cem cavalos inscritos, como pela qualidade que encontrei no concurso e se expressou tanto no número de medalhas de ouro e prata como na disputa dos grandes campeonatos. Enfim, foi um campeonato muito bonito”, completou o juiz.

Já o presidente da ABPSL (Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano), Ismael Gonçalves da Silva, destaca que o evento superou as expectativas em diversos aspectos.

“Este ano, nós realmente conseguimos reunir muitos animais, foram 103 no Concurso de Modelo e Andamentos, quase 80 nas provas de adestramento, além dos animais do Leilão Oficial ABPSL.”

O dirigente prossegue ressaltando outros aspectos positivos. “Essa foi uma festa maravilhosa, com a presença de muitos apaixonados pela raça, entre eles cerca de 35 visitantes de outros países, como Portugal, México, Estados Unidos,Espanha, Chile e Colômbia”, explanou Silva.

O presidente ainda destaca o crescimento registrado este ano na raça, que supera em 300% o registrado no ano anterior. “Afinal, enquanto em 2020 tivemos a chegada de apenas cinco novos sócios, este ano registramos até o momento 32 novos associados, com três deles assinando a adesão à ABPSL aqui na exposição”, finalizou o dirigente.