Oficinas em áreas de produção teatral são realizadas no CDMCC

200
Publicidade





O Projeto Ademar Guerra, em parceria com o Conservatório de Tatuí, oferecerá, nos finais de semana dos dias 7 e 8 e 14 e 15 de setembro, atividades específicas de formação aos grupos orientados pelo projeto.

Serão quatro oficinas voltadas às áreas de cenografia, iluminação, maquiagem, figurino e caracterização e direção.

O objetivo das oficinas é “complementar as ações de orientação artística do projeto com atividades que buscam aprimorar o processo de criação e montagem de espetáculos dos grupos”.

Neste sentido, as companhias que já estão com espetáculos em finalização podem aperfeiçoar o trabalho com técnicas de iluminação, figurino e cenografia, enquanto os grupos que ainda estão no início do processo de montagem podem aprender e utilizar novas técnicas de direção.

Publicidade

A expectativa é que cerca de 80 representantes de mais de 60 grupos atendidos pelo projeto participem.

As oficinas têm carga de 12 horas cada, ministradas por profissionais do Conservatório de Tatuí, entre os quais: Jaime Pinheiro (cenografia), Marcos Caresia (iluminação), Dalila Ribeiro (maquiagem, figurino e caracterização) e Carlos Ribeiro (direção).

Para o coordenador geral do Projeto Ademar Guerra, Aldo Valentim, “é importante a sinergia das ações realizadas pelos diversos programas realizados pelo governo do Estado, voltados para a formação em teatro”.

“O Conservatório apresenta um trabalho relevante nesta área, que, somado com as ações do projeto Ademar Guerra, só acrescenta e aprimora a formação dos jovens artistas”, acrescentou.

O projeto Ademar Guerra foi criado em 1997, pela Secretaria de Estado da Cultura, com o objetivo de propiciar orientação artística a grupos teatrais em atividade no interior e litoral do Estado.

Atualmente, tem a curadoria geral do diretor teatral Sérgio Ferrara e coordenação geral do pesquisador Aldo Valentim.

Os cursos de artes cênicas são oferecidos pelo Conservatório desde 1976. A partir do ano de 1990, foi criado um setor exclusivo voltado às artes dramáticas. Além dos cursos de formação de atores, passaram também a ser oferecidas oficinas técnicas e ações na comunidade.

Ao longo dos anos, centenas de profissionais de teatro e técnicos de artes cênicas foram formados. As montagens receberam prêmios em importantes eventos, como o Mapa Cultural Paulista, Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente e Festival Nacional de Teatro de Americana.

Atualmente, a qualidade do curso de artes cênicas é reconhecida pelo Sated (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão de São Paulo).

A entidade oferece exclusivamente a alunos de artes cênicas do Conservatório a possibilidade de obterem registro provisório, antes mesmo de concluírem o curso, e poderem atuar no mercado de trabalho de forma regular.


Publicidade