“Guia Cidade Ternura” é referência para os visitantes, afirma Sinisgalli

    Atendendo a pedido, O Progresso doa novo lote do material a secretaria

    516
    Sinisgalli destaca incentivo do guia para o turismo tatuiano (foto: Diléa Silva)
    Publicidade
    Alessandra Bonilha, dra
    Liderança Ferramentas
    EleService institucional
    Anglo

    Uma nova remessa do Guia Turístico e Gastronômico “Tatuí Cidade Ternura”, editado e distribuído pelo jornal O Progresso, foi doada para a Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, atendendo a pedido do secretário Cassiano Sinisgalli.

    A pasta recebeu o primeiro lote dos exemplares em julho do ano passado e, de acordo com Sinisgalli, desde então, tem utilizado o material como “referência” para mostrar tudo que a cidade tem em termos culturais, turísticos, gastronômicos e históricos.

    “Como o guia é completo, usamos muito. No exemplar, a pessoa vai encontrar toda a história da cidade, os pontos turísticos, uma lista variada de hotéis e restaurantes e, ainda, boa parte da programação cultural oferecida. Por isso, se esgotou rapidamente”, ressaltou o secretário.

    Conforme Sinisgalli, o material é distribuído aos visitantes (autoridades e artistas que passam pela cidade), aos turistas que procuram o órgão em busca de informações sobre o município, em feiras, eventos estaduais, nacionais e, ainda, aos motoristas do Uber, tidos como “guias turísticos da cidade” (reportagem nesta edição).

    “Sempre quando temos eventos turísticos ou culturais, colocamos o guia no circuito também. Para nós, tem sido muito importante a colaboração que o guia dá na divulgação da cidade, e a gente está pedindo mais alguns exemplares para dar continuidade neste trabalho”, salientou.

    Publicidade
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra
    Liderança Ferramentas
    Anglo

    A versão 2018/2019 é a terceira lançada pelo bissemanário e está dividida em cinco segmentos. No primeiro, apresenta a agenda cultural da cidade ao longo do ano; no segundo, a agenda musical; e no terceiro, reportagens explicando as razões pelas quais Tatuí é conhecida como Capital da Música, Cidade Ternura, Terra dos Doces Caseiros e, ainda, relembra a história do “imortal” Paulo Setúbal.

    Na sequência, a publicação enumera todas as principais atrações turísticas do município e, por fim, é encerrado com o segmento de produtos e serviços, no qual são encontrados, por exemplo, bares e restaurantes, docerias, hospedagens e demais informações úteis.

    O impresso foi editado pela primeira vez em 2016 e, desde então, vem trazendo novidades a cada edição, sempre valorizando as tradições artísticas e culturais da cidade. No ano passado, a publicação procurou focar ainda mais na tradição musical.

    A valorização da produção artística tatuiana já começa pela capa. A foto que ilustra a primeira página ostenta um violino fabricado na luteria do Conservatório. A instituição, fundada em 1954, consolidou a maior vocação cultural do município e elevou-o à notoriedade no ensino da música.

    Considerando o título “Capital da Música” e buscando fortalecer ainda mais as raízes musicais, o guia apresenta, como diferencial, uma agenda musical com eventos exclusivos da escola de música.

    Outra novidade de 2018 foi o “Mapa Turístico Tatuí Cidade Ternura”, encartado no miolo da publicação. Ele destaca os pontos turísticos do município de forma estilizada, com ilustrações dos principais atrativos.

    O mapa é impresso em couchê – como a capa do guia -, porém, em tamanho quatro vezes maior que o da publicação.

    A qualidade da impressão e o formato foram elaborados para que o mapa pudesse ser destacado do guia, fazendo com que seja próprio para ser guardado ou fixado na parede, por exemplo.

    O material foi produzido com patrocínio da Faesb (Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara) e produção e arte da Agência de Comunicação e Marketing AG6.

    Para reforçar a questão cultural e a elevação de Tatuí a MIT (município de interesse turístico), assim como na primeira e na segunda edição, continuaram tendo destaque na pauta os principais pontos turísticos e a agenda anual de eventos.

    “O mapa é um diferencial, por ele e as pessoas veem bem a localização e a referência dos pontos turísticos, para estarem conhecendo os espaços. Isso tem nos auxiliado muito, principalmente no incentivo ao turismo de nossa cidade”, destacou Sinisgalli.

    O secretário frisou que o guia também tem servido como incentivo à população, fazendo com que muitos – que ainda não conheciam – passassem a visitar os equipamentos turísticos e culturais da cidade.

    O secretário também classificou como louvável a disposição do jornal em contribuir com o município. Ainda ressaltou a colaboração entre o poder público e o bissemanário para a concretização do projeto, que também estimula a atividade comercial.

    Para Sinisgalli, ao somar dados de festas, eventos e tradições, o guia se torna um material completo. E ainda estimula a economia, ao divulgar a lista de restaurantes, bares e hotéis de forma gratuita.

    Publicidade
    EleService institucional
    Alessandra Bonilha, dra
    Liderança Ferramentas
    Anglo

    DEIXE UMA RESPOSTA

    entre com sua mensagem
    entre com seu nome