Tatuí terá novos apartamentos populares por meio da CDHU

Vice-governador anuncia abertura de licitação para 158 unidades

14
Assinatura de autorização da licitação para construção das unidades habitacionais do CDHU (foto: Diléa Silva)
Publicidade
Da reportagem

A Secretaria de Estado da Habitação, por meio da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), vai licitar na quinta-feira, 30, a construção de 158 apartamentos do programa Nossa Casa para a população de baixa renda.

O anúncio foi feito pelo secretário de estado da Habitação, Flavio Amary, na tarde desta sexta-feira, 24, durante entrega de 552 moradias do residencial Vida Nova Tatuí 3.

A cerimônia contou com a presença do vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, do prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, do ex-prefeito e ex-deputado estadual Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, secretários municipais e vereadores tatuianos, além de deputados estaduais, como Edson Giriboni, Maria Lúcia Amary e Damaris Moura, do deputado federal Samuel Moreira e do secretário estadual da Agricultura, Itamar Borges.

A autorização para a licitação das obras refere-se às 158 moradias já sorteadas por meio da CDHU. O sorteio ocorreu na Concha Acústica Municipal “Maestro Spártacco Rossi”, em janeiro de 2020, reunindo milhares de pessoas e autoridades.

Na solenidade de sorteio, fora anunciado um prazo de 12 meses para a entrega dos apartamentos, contudo, segundo Amary, posteriormente, houve cortes do Orçamento do governo federal que acabaram impossibilitando o início das obras.

Publicidade

“A secretaria tinha um convênio com a Caixa Econômica Federal para a obra, mas os orçamentos foram cortados pelo governo federal. Nós tivemos que romper com a CEF e assumir a contratação da obra”, afirmou o secretário.

A companhia prevê a construção de um conjunto habitacional com dez torres de 16 apartamentos em cada uma delas (quatro unidades por andar). O novo empreendimento, denominado “Tatuí H”, será construído em área da prefeitura de 17,4 mil metros quadrados, no bairro Inocoop.

O projeto prevê, ainda, a construção de duas quadras poliesportivas, salão de festas, área de lazer e toda a infraestrutura de água, energia e gás, além de acessibilidade aos portadores de deficiência. Nesse empreendimento, a CDHU está investindo mais de R$ 20 milhões.

Todos os imóveis terão dois dormitórios, sala, cozinha e banheiro, e cada unidade incorporará as melhorias exigidas pelo padrão da Secretaria da Habitação, já com pisos cerâmicos em todos os cômodos, azulejos nas paredes hidráulicas, medidores de água individualizados, acessibilidade e infraestrutura completa.

O secretário Amary explicou que o programa é uma nova modalidade de atendimento habitacional do governo do estado e declarou que “a prioridade é atender às famílias que mais precisam”.

“Tem uma coisa boa: essas famílias já sorteadas não vão precisar fazer aprovação de crédito e vão ter juros zero. Assim, nós vamos dar continuidade às ações da secretaria”, declarou o secretário.

Durante o evento desta sexta-feira, o vice-governador assinou a autorização para a licitação das obras, ao lado do prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, e anunciou que a publicação do procedimento será feita na quinta-feira, 30.

“Estamos autorizando a licitação, será publicada na próxima quinta-feira e temos dois anos para construir esses apartamentos que farão a diferença para essas famílias”, afirmou Garcia, acrescentando que a previsão é entregar as chaves dos apartamentos no início de 2023.

Mais investimentos

Na inauguração oficial do residencial Vida Nova Tatuí 3, além da licitação das obras da CDHU, outros três “grandes” investimentos foram anunciados, por meio do governo do estado, na área de infraestrutura.

O secretário estadual da Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Itamar Borges, anunciou a inclusão de Tatuí no programa “Rotas Rurais”, assinando o convênio de parceria com o prefeito Cardoso Júnior.

Segundo Borges, o programa é realizado em parceria com o Google e a prefeitura, com o objetivo de mapear toda a zona rural da cidade, elencando estradas e identificando as propriedades.

“Este mapeamento vai ser instrumento para a inclusão produtiva, inclusão comercial, e também deve melhorar o atendimento dos serviços de saúde e segurança na área rural”, ressaltou o secretário.

Ele também anunciou que o governo fará, no dia 14 de outubro, o lançamento de um programa de recuperação de estradas rurais, no qual o município de Tatuí está incluído.

“Serão 5.000 quilômetros de estradas para serem recuperadas. Tudo isso para melhorar a acessibilidade do homem do campo”, ressaltou.

O vice-governador ainda anunciou a liberação de R$ 2 milhões em recursos para melhorar a infraestrutura do município e a autorização para execução do projeto executivo da nova entrada de Tatuí, obra que será feita em parceria com a concessionária CCR SPVias.

Segundo o vice-governador, o projeto executivo deve ser concluído até o começo do ano. “Depois, vamos aditar no contrato de concessão essa obra de mais de R$ 40 milhões, que será realizada no primeiro semestre do ano que vem, para que a gente mude a entrada de Tatuí e, com isso, atraia investimentos, emprego e renda para o município”, garantiu Garcia.

A O Progresso, o prefeito de Tatuí disse que Garcia visitou a cidade nesta sexta-feira “com a mala cheia”, referindo-se aos recursos e programas de investimentos anunciados pelos secretários e pelo próprio vice-governador.

“Esses recursos, para nós, são motivos de esperança, são notícias positivas que nós estamos esperando há um bom tempo, como a nova entrada da cidade e a construção das casas que já haviam sido sorteadas antes da pandemia. São muitas notícias boas. Então, para nós, hoje, foi um dia magnífico”, completou o prefeito.

Já o vice-governador ressaltou o cumprimento de agenda de trabalho, “mostrando a parceria do governo de São Paulo com Tatuí”, e reforçou os anúncios de investimentos para o município.

“Hoje, nós tivemos a alegria de entregar essas unidades habitacionais, e fizemos também o anúncio da construção de 160 apartamentos da CDHU, além da liberação de R$ 2 milhões para que o prefeito Miguel possa trabalhar no entorno da cidade, com pavimentação e recapeamento de ruas, além do tão sonhado acesso de Tatuí”.

“Este é um trabalho que estamos encomendando à concessionária e já está sendo feito o projeto executivo, para que, no ano que vem, possamos começar essas obras que vão mudar o acesso de quem vem à cidade e vai atrair empreendimentos e mais empregos para o município”, concluiu o vice-governador.

Novo bairro

A inauguração do novo bairro dá continuidade aos planejados Vida Nova Tatuí 1 e 2, na região sul da cidade. As chaves das moradias são entregues aos moradores neste sábado, a partir das 8h, com hora marcada.

O empreendimento foi construído em uma área total de mais de 132 mil metros quadrados e recebeu R$ 61 milhões em investimentos. As moradias, destinadas a famílias com renda de até três salários-mínimos, foram financiadas em até 360 meses pela CEF.

Em discurso, o vice-governador explicou a participação do governo do estado no novo bairro tatuiano, apontando que as moradias receberam aporte de recursos da modalidade Nossa Casa – Apoio, no valor de R$ 7,1 milhões.

Publicidade