Saúde de Tatuí tem 24 profissionais afastados com sintomas gripais

50
Publicidade
Da reportagem

Levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, nesta sexta-feira, 14, mostra que 24 profissionais desse setor estão afastados por sintomas gripais e suspeita de contaminação pelo novo coronavírus em Tatuí.

Fora de trabalho, estão agentes comunitários, enfermeiros e médicos. A maioria dos profissionais afastados pela doença é de técnicos, auxiliares de enfermagem e enfermeiros, que mais mantêm contato com os pacientes.

O número de notificações representa 2,66% do total de funcionários da área, admitidos por meio de concurso público (cerca de 900) – ou seja, sem contar os profissionais em atuação na Santa Casa de Misericórdia e no hospital da Unimed.

A secretária da Saúde, Olga Daniela Kramek, comentou que a situação preocupa devido à epidemia de gripe e ao aumento do número de casos de Covid-19 – com mais de 2.000 confirmados nesta semana – e consequente demanda por atendimento que pode fazer subir ainda mais o número de profissionais contaminados.

“Até o momento, estamos conseguindo dar cobertura à toda demanda do município. Reunimos os funcionários, estamos pagando horas-extras para eles, e eles estão nos ajudando na cobertura das unidades”, declarou a secretária, apontando que não existe expectativa de fechamento de unidade por falta de pessoal, conforme ocorrido em algumas cidades do país.

Publicidade

Olga informou que medidas de prevenção estão sendo tomadas pela pasta para resguardar os profissionais de saúde e os pacientes, como distribuição de EPIs (equipamento de proteção individual) e testagem.

Conforme a secretária, os grupos mais expostos à transmissão do novo coronavírus, como profissionais que atuam nos postos de saúde, nos serviços de urgência, emergência, internação e trabalhadores da área de segurança pública, que apresentaram sintomas, passaram pela testagem e foram afastados em caso de confirmação.

“Nós nos preocupamos muito com os nossos profissionais, oferecemos todos os equipamentos necessários, eles tomam todos os cuidados. Mesmo assim, por estarem na linha de frente, o risco de contaminação é alto”, explicou a secretária.

Mediante a falta de profissionais da Saúde para suprir a alta no número de atendimentos devido ao crescimento das síndromes gripais, a secretária afirmou que contratará mais profissionais, visando diminuir o tempo de espera dos pacientes. Entretanto, a data das novas contratações ainda não foi divulgada.

Testagem

Olga ainda informou que, até esta sexta-feira, 14, a rede pública continuava promovendo as testagens em todos os pacientes com sintomas gripais, contudo, apontou que a situação pode mudar, caso seja necessário.

Na quinta-feira, 12, o hospital participar de Tatuí anunciou que estava com dificuldades para conseguir adquirir o RT-PCR e antígeno para Covid-19, “diante do cenário da elevada busca pelos testes e um desabastecimento no mercado”.

Com isso, a unidade restringiu a realização de testes no hospital privado, impondo novos critérios para pacientes avaliados conforme protocolos médicos.

“Nós já estamos avaliando a situação com os nossos fornecedores e, se tivermos dificuldades para a aquisição dos testes, talvez mudemos os protocolos também. Os nossos protocolos mudam diariamente, conforme a necessidade”, ressaltou a secretária.

Além disso, a Secretaria de Saúde reforçou a importância do isolamento em caso de sintomas. “Os cuidados e protocolos, como lavar as mãos e usar máscara, ajudam muito e devem ser mantidos e redobrados neste momento”, disse.

“Uma coisa posso afirmar, o prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, eu e toda a equipe da Secretaria da Saúde estamos empenhados para atender a toda a população da melhor forma possível”, finalizou a secretária.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome