Sabesp investe perto de R$ 28 mi em obras no sistema de esgoto de Tatuí

Rede de coleta e tratamento será ‘otimizada’ com melhorias anunciadas

35
Publicidade
Da redação

A Sabesp anunciou nesta sexta-feira, 3, que está realizando uma série de obras nos sistemas de esgotamento sanitário (SES) nos municípios operados pelo Médio Tietê.

Um deles é Tatuí, com empreendimentos no coletor tronco do ribeirão Manduca, com 700 metros de extensão, e ampliação e reforma da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Ceagesp.

Com investimento total de R$ 27,945 milhões e iniciada em outubro deste ano, o prazo de execução das obras no sistema de esgotos de Tatuí é de 900 dias – aproximadamente dois anos e meio. Atualmente, os empreendimentos estão no início da execução, em fase de instalação do canteiro e da locação das unidades.

De acordo com a assessoria de comunicação da companhia, o objetivo das obras é promover a revitalização das estruturas existentes, bem como duplicar as instalações físicas atuais e ampliar a capacidade de tratamento.

Para a companhia, preparando a planta para atendimento do município para as próximas décadas, o empreendimento irá beneficiar cerca de 70% das residências de Tatuí.

Publicidade

“Tatuí é uma das principais cidades operadas pela nossa unidade, e estas obras que iniciaram há pouco tempo são de extrema importância para a manutenção dos índices de cobertura com tratamento de esgoto no município”, declarou o superintendente da Sabesp no Médio Tietê, Maurício Tápia.

A Sabesp reitera pedido para que os moradores de Tatuí “realizem o bom uso das redes de esgoto”. Medidas simples, como não descartar restos de alimento e óleo em pias e ralos, são suficientes para que a qualidade na coleta e no tratamento de esgoto não seja afetada.

Publicidade