O Progresso traz dois suplementos em edição especial de aniversário

Combate à pandemia em Tatuí e vencedores de concurso são temas

2
Publicidade
Da redação

Neste dia 11 de agosto, o jornal O Progresso leva aos leitores dois cadernos especiais. Um deles é um suplemento especial em comemoração aos 195 anos de fundação oficial de Tatuí e o outro, um tabloide com os trabalhos vencedores do 18º Prêmio Literário Paulo Setúbal.

Os dois materiais, já tradicionais do bissemanário, são gratuitos e estão encartados nesta edição de quarta-feira, 11.

No especial comemorativo deste ano, a novidade é que o jornal deixa de enfatizar os aspectos históricos do município para dar lugar a histórias de superação, desprendimento e compaixão vivenciadas pelos profissionais da área de saúde durante a pandemia.

Intitulado “Pandemia de Ternura”, a publicação é figurada por médicos, enfermeiros e demais profissionais da linha de frente de combate à Covid-19. Entre a pauta, depoimentos de profissionais das redes pública e privada sobre a rotina de trabalho imposta pela pandemia.

Testemunhos mostram como a intensificação do trabalho diário acabou afetando-lhes até a vida pessoal, embora nem assim os afastando da “missão” maior de enfrentar a doença – física e mental.

Publicidade

Embora todos reconheçam as dificuldades apresentadas por uma “nova” enfermidade, também se mostram unânimes quanto aos sentimentos de conquista e gratidão quando alcançam a vitória, representada por cada vida preservada. Episódios de recuperação inesperados não deixam de ilustrar o especial.

A vacinação é outro tema do especial, não por números e coberturas, mas pela perspectiva de quem, afinal, recebe (e reconhece) a imunização como uma bênção e o caminho mais seguro e real para a garantia da própria saúde e a de seus familiares.

Já no tabloide, o leitor encontra os trabalhos dos escritores contemplados no 18º Prêmio Literário “Paulo Setúbal” – Contos, Crônicas e Poesias, de abrangência nacional, promovido em 2020.

Os vencedores já foram anunciados em cerimônia virtual ocorrida em janeiro deste ano, em virtude da pandemia e, agora, os trabalhos vencedores são publicados no tabloide impresso.

Em meio à pandemia, o certame de 2020 teve a participação de 2.349 obras inscritas nas três modalidades do concurso, sendo 869 contos, 485 crônicas e 995 poesias, com participantes de 424 cidades de todos os estados do Brasil.

Na edição, o prêmio faz alusão ao centenário do edifício-sede do Museu Histórico “Paulo Setúbal”. A premiação total foi de R$ 18 mil, sendo R$ 6.000 para cada uma das categorias (conto, crônica e poesia).

O vencedor recebeu R$ 2.500, o segundo lugar ganhou R$ 1.500 e o terceiro levou R$ 1.000. A edição de 2020 também manteve o Prêmio Galardão – destinado a obras de nascidos ou residentes há mais de dois anos em Tatuí. Cada uma das três categorias destinou aos vencedores R$ 1.000 e troféus.

O tabloide seria publicado em agosto do ano passado, como de costume, já na cerimônia de premiação, contudo, a comissão organizadora do concurso preferiu aguardar uma melhora na situação epidemiológica.

Como não ocorreu em 2020, a premiação ocorreu no início deste ano, de forma virtual, e o tabloide com os trabalhos sai neste dia 11 de agosto, mantendo a tradição do bissemanário.

A comissão organizadora do concurso literário nacional, atualmente, analisa os trabalhos inscritos na 19ª edição do certame, que recebeu 2.714 obras. O número representa aumento de 15% em relação aos inscritos no ano passado.

Os participantes da edição de 2021 são provenientes de 526 cidades brasileiras, dos 26 estados e do Distrito Federal. Do total de inscritos, 983 são para a modalidade conto, 540 para crônica e 1.191 para poesia.

O número de inscritos, inclusive, atrasou mais uma vez a divulgação do resultado, que sempre acontece no decorrer da Semana Paulo Setúbal. Segundo a comissão organizadora, os ganhadores serão divulgados no dia 5 de novembro.

O atraso foi requerido pela comissão julgadora do prêmio, em virtude do grande número de inscritos. Eles solicitaram prazo de 120 dias para realizar a apreciação de todas as obras.

Nesta semana, entretanto, o MHPS realizou a divulgação dos ganhadores de 2021 do Concurso de Literatura e Artes Visuais, de abrangência municipal. A cerimônia ocorreu na sexta-feira, 6, no MHPS, com homenagem a Cimira Cameron (reportagem nesta edição).

O certame municipal foi cancelado no ano passado, devido à ausência das aulas presenciais na rede de ensino; já em 2021, recebeu inscrições de 22 unidades escolares.

Publicidade