Nova campanha de medula óssea teria a maioria, aponta enquete

314
Publicidade

A realização de uma nova campanha de cadastro de medula óssea em Tatuí teria o apoio de uma maioria. Pelo menos é isso que aponta resultado de enquete virtual realizada pelo jornal O Progresso no decorrer da semana. A pesquisa teve como base mobilização realizada na cidade em ajuda à pequena Júlia Abrame de Oliveira, de 6 anos.

A menina sofre de leucemia linfoide aguda. Ela aguarda um doador compatível para transplante de medula óssea.

Em decorrência da ação organizada pela empresária Rita Corradi Azevedo, o jornal perguntou aos leitores se eles se disporiam a participar de uma nova campanha caso ela fosse realizada no município. De acordo com o resultado, 78% dos leitores responderam que auxiliariam, os demais 22% responderam que “não” se disporiam.

A pesquisa recebeu votos em “O Progresso Digital”, acessível em www.oprogressodetatui.com.br. Pelo mesmo endereço, os leitores do jornal poderão responder a nova enquete. A aferição desta semana tem como tema o futuro MIS (Museu da Imagem e do Som), a ser instalado no prédio do primeiro matadouro do município. O prédio está sob restauração e é datado de 1859.

Por conta do novo dispositivo cultural, o jornal pergunta: “Qual dos registros relacionados à Tatuí você gostaria de ver no MIS (Museu da Imagem e do Som)?”. As respostas são: “filmes e fotos antigas”, “documentos históricos”, “partituras e composições de músicos” e “obras de bandas antigas”.

Publicidade

Os leitores poderão participar entre este sábado, 18, e a próxima sexta-feira, 24. A enquete terá resultado divulgado na edição do próximo fim de semana, dia 26.

Publicidade