Conservatório realiza recital de saxofone na noite desta quinta

Repertório soma obras de David Maslanka, Henri Tomasi e Paul Crest

388
Miguel Carbajal Huaman se apresenta no Salão 'Villa-Lobos' (foto: AI Conservatório)
Publicidade

O Conservatório de Tatuí realiza, nesta quinta-feira, 16, recital de saxofone com o aluno Miguel Carbajal Huaman. A apresentação acontece às 19h, no Salão “Villa-Lobos”, com entrada franca.

No repertório, obras de grandes nomes, como David Maslanka, Henri Tomasi e Paul Creston. A apresentação conta com a participação da pianista Coreana, Sin Ae Lee. Marcos Pedroso é o professor responsável e, na coordenação, Otávio Blóes.

Miguel Carbajal iniciou os estudos em Huánuco-Peru, cidade natal, procurando aprofundar-se no saxofone erudito. A educação partiu de aulas com os professores Jonathan Garcia (PeruSax), Pablo Ladera e Luis Vargas (Conservatório Nacional de Musica Perú).

Avançando com os estudos, ingressou no Conservatório de Tatuí no ano de 2013, onde concluiu o curso de saxofone erudito em 2016. Prosseguiu com a pesquisa de material para saxofone solo, dando ênfase na música folclórica e popular peruana, trabalhando com obras de diversos compositores desse país.

É participante regular em diferentes festivais, seminários, workshops e masterclasses no Brasil, Peru, México e Chile, expondo seu repertório de saxofone peruano.

Publicidade

Desempenhou em recitais e concertos organizados pelo Conservatório de Tatuí, por projetos sociais e outros, de iniciativa própria, “contando, assim, com ampla experiência em música de câmara com duos, trios, quartetos e grupos maiores”. Executa adaptações e transcrições para o grupo de saxofones OperSax.

Integrou diversos grupos profissionais e pedagógicos no Brasil como aluno bolsista, entre eles, a Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo (sax alto) e a Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí (sax tenor). Realizou também o curso de regência de banda sinfônica, sob orientação de Dario Sotelo (2015).

Atualmente, cursa licenciatura em educação musical, na Universidade Metropolitana de Santos, e aperfeiçoamento em saxofone no repertório tradicional, orquestral e solista, no Conservatório de Tatuí, sob a orientação de Marcos Pedroso.

Huaman é um dos primeiros saxofonistas peruanos a dar ênfase à música nacionalista de seu país. Entre seus projetos futuros, está a produção musical “Canto à Minha Terra”, que irá reunir obras peruanas para saxofone solo.

A pianista coreana Sin Ae Lee se mudou para o Brasil aos 18 anos e é bacharel em música erudita (piano), pela faculdade Santa Marcelina. Foi aluna de Maria José Carrasqueira.

Como solista, tocou na Orquestra de Câmara L’Estro Armonico, sob a regência do maestro Emiliano Patarra, e como recitalista, em João Pessoa (UFPB), Natal (UFRN), Porto Alegre (Theatro São Pedro/POA), Pelotas e Santa Maria.

Como camerista, apresentou-se em Jundiaí, nos concertos realizados no Teatro Polytheam e na Sala “Glória Rocha”; em Patos de Minas, tocou no projeto “Terra Sem Sombra”.

No momento, é integrante do conjunto Metassory, de São Paulo, regente assistente do Coral Collegium Musicum, também de São Paulo, e cofundadora do The Heritage Duo Ensemble.

Publicidade