Melhor Idade retoma atividades e divulga a agenda até novembro

227
Publicidade





Arquivo O Progresso

Ana Paula, presidente do Fundo Social de Solidariedade

 

Com uma festa de boas-vindas, 180 idosos retomaram as atividades do projeto “Melhor Idade”. O evento aconteceu na segunda-feira, 4, no Parque Ecológico Municipal “Maria Tuca”. Na ocasião, houve recepção a dez novos integrantes.

No espaço, os idosos desenvolvem atividades que visam melhorar a qualidade de vida dos assistidos. O foco é mantê-los ativos, por meio de ações realizadas fora do parque e dentro dele, com acompanhamento multidisciplinar.

Publicidade

A equipe que atende os idosos é composta por médico geriatra, cardiologista, psicólogas, terapeuta ocupacional, nutricionista e professores. Todo o trabalho acontece sob a coordenação da gerontóloga e arteterapeuta, Paola de Campos. O projeto é realizado pelo Fundo Social de Solidariedade, que tem à frente a primeira-dama, Ana Paula Cury Fiuza Coelho.

Entre as ações, está o curso de inclusão digital. A capacitação ganhou um “reforço” na terça-feira, 5, com a doação de um computador cedido por uma funcionária do projeto. Além do ensino da computação (todas as terças e quintas), os idosos participam de aulas de português, inglês e de matemática.

Com o novo equipamento, a gerontóloga informou que os assistidos terão a oportunidade de desenvolver mais suas potencialidades. As instruções em informática incluem aprendizado de uso de “tablets” e “notebooks” a máquinas digitais.

Ainda no dia 5, os idosos revitalizaram e fizeram o replantio de mudas na horta suspensa do “Melhor Idade”. Segundo revelou Paola, o projeto de cultivo de horas conta com apoio de um funcionário público, que fornece as sementes. O servidor também prepara a terra e cede os adubos a serem utilizados.

“É importante salientar que todas as hortaliças são plantadas e colhidas pelos idosos, para o próprio consumo das mesmas na hora do lanche no parque”, disse Paola.

Na quarta, 6, o Fundo Social iniciou a nova turma do curso de cuidador de idoso. As 20 alunas participaram de cerimônia de abertura às 18h, no “Doce Lar”. Localizado na Travessa Godoy Moreira, 217, na vila Esperança, esse projeto recebeu, no dia 30 de julho, 18 formandas para entrega de certificados.

O cronograma do “Melhor Idade” teve sequência na sexta-feira, 8, com a comemoração do Dia dos Pais, às 9h, no “Maria Tuca”, e presença de autoridades. Por ocasião do evento, a coordenação ofereceu atrações especiais aos idosos.

Nesta segunda-feira, 11, os participantes do projeto integrarão o desfile cívico que acontece na rua 11 de Agosto. Eles comporão o bloco do Fundo Social.

Do dia 1o ao dia 5 de setembro, está prevista a “Semana Melhor Idade Saudável”. A abertura será realizada no dia 1o, juntamente com a comemoração ao Dia do Professor de Educação Física. Durante o evento, professoras da área de educação física ministrarão palestras sobre diversos temas.

Entre eles, está a importância da atividade física para a saúde dos idosos, após a abertura. “Nos outros dias, haverá palestras sobre, higiene, saúde bucal e importância da administração correta dos medicamentos para diabéticos e hipertensos”, informou Paola.

No dia 5, os idosos assistirão palestra sobre sexualidade. Ao final do debate, eles poderão realizar testes rápidos para detecção de HIV. Todas as atividades da semana serão realizadas das 9h às 11h no auditório da Secretaria Municipal de Cultura. O endereço atual da pasta é a Praça da Bandeira, 80.

Em outubro, o “Melhor Idade” promoverá passeio em comemoração ao Dia do Idoso e realizará a segunda edição do Seminário de Gerontologia. O passeio está agendado para o dia 1o em local a ser definido. Já o seminário deve acontecer no teatro do Centro Cultural Municipal, entre os dias 6 e 10, e com programação a definir.

No mês seguinte, em novembro, os idosos participarão do “Baile da Primavera”. O evento acontecerá pela manhã – a partir das 9h – em local a definir.


Publicidade