Mais de 1700 embalagens de agrotóxicos são recolhidas

1
Embalagens vazias deixadas no local pelos agricultores (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da redação

Ao todo, 1.749 embalagens vazias de agrotóxicos foram recolhidas, na quarta-feira, 28 de junho, na Cooperativa de Reciclagem de Tatuí (Cooreta), em ação promovida pela prefeitura, por meio do Departamento de Fomento à Agricultura da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), o Sindicato Rural e Patronal de Tatuí, a Cooper Tatuí (Cooperativa dos Produtores Rurais de Tatuí e Região) e as agropecuárias Inseminart e NF.

As embalagens vazias, deixadas no local pelos agricultores, serão descartadas de forma adequada e segura na Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Defensivos Agrícolas, em Itapetininga (SP).

(foto: AI Prefeitura)

“Com a ação, estamos evitando a poluição de rios e da área rural, cuidando e preservando o meio ambiente”, afirmou o diretor do Departamento de Agricultura, Célio José Valdrighi, por meio da assessoria de comunicação da prefeitura.

A ação foi baseada em resolução do Ministério da Agricultura, por meio da lei federal 9.974/2000 e do decreto federal 4.074/2002, que determina que os agricultores sejam auxiliados na destinação correta das embalagens, para evitar que o meio ambiente seja danificado, pois o descarte irregular de embalagens pode contaminar o solo e a vegetação, além de trazer riscos à saúde.

Publicidade