Iniciadas licitações para construção de creches em três bairros de Tatuí

570 serão atendidas em unidades no Nova Tatuí, Pacaembu e Santa Cruz

Obras da creche na Nova Vida
Da redação

A primeira etapa do processo de construção de três unidades de ensino infantil em Tatuí já está em andamento. É o que informa a assessoria de comunicação da prefeitura. Em nota, o setor divulgou que o Executivo deu início às licitações para edificação de duas unidades e da continuidade de uma terceira.

O anúncio foi feito durante a reunião de secretariado, pelo prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, na segunda-feira da semana passada, 2. A licitação é o processo por meio do qual a administração pública contrata obras, serviços e realiza compras.

Nessa fase, o Executivo recebe propostas e seleciona a mais vantajosa para a administração. Os resultados são homologados após os prazos de recursos. A etapa seguinte consiste na assinatura de contrato entre as empresas e o ente público.

As creches deverão atender, no total, 570 crianças. Conforme os projetos já divulgados por O Progresso de Tatuí, 150 meninos e meninas, de zero a cinco anos, serão atendidos na creche-escola do bairro Nova Tatuí.

A unidade será construída em terreno situado na alameda Dalva de Oliveira, contando com sete salas, berçários com fraldário e lactário, secretaria, refeitório, banheiros e área de serviço.

O anúncio da construção foi feito em fevereiro deste ano, pelo secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, em visita ao município.

Na cidade, o titular da pasta anunciou a construção de uma escola de ensino médio no Nova Vida (Pacaembu) para atender alunos do bairro e do Jardim Santa Rita de Cássia, e esteve na Escola Estadual “Barão de Suruí”, onde acompanhou atividades do PEI (Programa de Ensino Integral), do governo estadual.

No bairro Pacaembu, como é conhecido o Residencial Nova Vida Tatuí, o Executivo deve ofertar o maior número de vagas. Serão atendidas 300 crianças de zero a cinco anos, do bairro e região próxima.

Quando concluída, a unidade – uma creche-escola (creche e escola) – funcionará na rua Geni de Campos Santos, 65. O projeto prevê 1.462 m² de área construída.

Em abril de 2019, o Executivo iniciou a terraplanagem da área que abrigaria a unidade. Na época, divulgou que o processo licitatório estava em andamento. A expectativa era de que a empresa contratada iniciasse os trabalhos no primeiro semestre daquele ano.

Entre as obras anunciadas, a unidade do Santa Cruz é a mais aguardada. O projeto começou a ser gerido em 2016, quando houve o anúncio da construção.

A unidade de ensino infantil está sendo construída ao lado da UBS (unidade básica de saúde) do bairro, na rua Santa Cruz. O terreno é de 2.265 metros quadrados e a unidade terá 890 m² de área construída.

Além do bairro, a creche atenderá crianças dos Jardins Santa Emília e Lucila. O investimento inicial era de R$ 1.457.435,70, em parceria com a União, através do Programa Pró-Infância, com a contrapartida da prefeitura de R$ 159.397,53.

As obras chegaram a ser retomadas pelo Executivo em agosto de 2019. Na ocasião, a ex-prefeita Maria José Vieira de Camargo (falecida em agosto de 2021) informou que a construção fora paralisada após o rompimento do contrato com a empresa responsável. A contratada teria atrasado o cronograma.

Também em 2019, a prefeitura delegou outra construtora por meio de licitação, atualizando o valor do investimento para R$ 1.231.435,21, e anunciando a capacidade de atender 120 crianças.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome