Imunização contra a Covid-19 atinge mais de 10% da população

238
Foto: AI Prefeitura
Publicidade
Da redação

A campanha de vacinação contra a Covid-19 de Tatuí já atingiu 10% da população, com a primeira dose. A Secretaria de Saúde informou ter realizado, até às 9h desta sexta-feira, 26, total de 16.655 aplicações das vacinas Coronavac e da Oxford/AstraZeneca, das quais 12.693 são referentes à primeira dose e 3.962, à segunda.

A imunização em Tatuí começou no dia 24 de janeiro e em três meses, o número de aplicações da primeira dose dos imunizantes é equivalente a 10,32% da população tatuiana. Segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileira de Geografia e Estatística), a cidade tem 122.967 habitantes.

Os públicos vacinados até o momento são profissionais de saúde, indígenas, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos vivendo em instituições de longa permanência, além de idosos em geral com idade a partir de 69 anos.

De acordo com a coordenadora da VE, enfermeira Rosana de Oliveira, a cidade recebe vacinas semanalmente e, com a chegada de novas doses, tem conseguido antecipar o calendário previsto e aumentar a abrangência do público-alvo.

Na quinta-feira, 24, o município deu início à imunização de idosos acima dos 69 anos. Segundo Rosana, a abrangência da população local nessa faixa etária foi possível devido à chegada de um lote de vacinas, recebido na manhã de quarta-feira, 23, pelo órgão municipal.

Publicidade

Para atender à demanda, o município recebeu 3.460 doses da Coronavac, produzida em parceria entre o Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac Life Science, do grupo Sinovac Biotech.

Do total, 1.170 vacinas serão destinadas à aplicação da segunda dose do público de 77 a 79 anos de idade; 1.480, para a primeira dose no público de 70 a 71 anos; e outras 810 para dar início a imunização aos idosos acima de 69 anos.

Mais uma vez, as ampolas foram retiradas em Sorocaba, na sede do Grupo de Vigilância Epidemiológica, e trazidas até o município por um funcionário da VE tatuiana. Segundo o órgão, o material foi entregue por volta das 11h30.

Este é o 11o lote de vacinas contra a Covid-19 recebido pela cidade. Com a remessa, Tatuí contabiliza nove lotes da Coronavac e dois da AstraZeneca. Essa última vacina, produzida junto à Universidade de Oxford e que, no Brasil, é distribuída pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz).

As vacinas estão sendo aplicadas na UBS “Dr. Almiro dos Reis”, na vila Doutor Laurindo, na ESF “Othoniel Cerqueira Luz”, na CDHU, e na ESF “Roseli de Oliveira Camargo”, no Jardim Santa Rita de Cássia, das 8h às 16h, e na UBS central, das 8h às 18h.

Profissionais de saúde e idosos acima de 77 anos que já receberam a primeira dose do imunizante também devem procurar as unidades para completar a cobertura vacinal com a segunda dose.

Os idosos acamados, a partir dessa faixa etária, cadastrados no SAD (Serviço de Atenção Domiciliar) e nas unidades identificadas como ESF (Estratégia de Saúde da Família), são vacinados nas respectivas residências.

A prefeitura orienta que pacientes que estiverem apresentando qualquer tipo de doença aguda febril, moderada ou grave, devem adiar o recebimento da vacina contra a Covid-19 até a resolução do quadro clínico.

Para o paciente já diagnosticado com Covid-19, a recomendação é adiar o recebimento do imunizante por pelo menos quatro semanas, para se evitar confusão com outros diagnósticos diferenciais.

“Como a piora clínica pode ocorrer até duas semanas após a infecção, idealmente a vacinação deve ser adiada até a recuperação clínica total e pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas”, orienta a secretária da Saúde.

Profissionais da educação e segurança

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, 24, a vacinação de 530 mil profissionais da educação e das forças da segurança pública contra a Covid-19. Conforme o estado, a imunização de trabalhadores das duas categorias começará na primeira quinzena de abril.

A previsão é de que, a partir de 5 de abril, 180 mil policiais civis, militares e técnico-científicos, agentes penitenciários, bombeiros e guardas civis metropolitanos começam a ser vacinados. A meta é vacinar todos os integrantes de forças de segurança que estão na ativa.

A O Progresso, o comandante da segunda Companhia da Polícia Militar de Tatuí, capitão Júlio César da Costa, disse ter ficado “feliz” com a notícia. “Perdemos um colega da PM – que atuava em Capela do Alto – para a Covid-19, e não queremos perder mais ninguém”, disse o capitão.

“Não tivemos um desfalque no efetivo, mas, em momentos distintos, muitos precisaram se afastar por estar com a doença. Acredito que a vacina vai nos dar mais segurança no trabalho”, observou o comandante.

Já no dia 12, mais de 350 mil professores e demais funcionários de escolas estaduais, municipais e particulares com idade a partir de 47 anos também serão incluídos na campanha. Para profissionais da rede privada, haverá apresentação obrigatória dos dois últimos contracheques para evitar fraudes na vacinação.

O público-alvo representa cerca de 40% de todos os profissionais da educação básica em São Paulo. Inicialmente, o governo do estado está priorizando profissionais com idade em que a incidência de casos moderados e graves da Covid-19 é mais alta.

Publicidade