Homem é preso por atear fogo em viatura da Polícia Civil em Tatuí

Viatura incendiada em frente a delegacia
Da redação

Um homem foi identificado e preso na quarta-feira, 5, acusado de atear fogo em uma viatura da Polícia Civil em Tatuí, que estava estacionada em frente à delegacia central.

O indivíduo, de 43 anos, foi detido após investigações da Delegacia Seccional e da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itapetininga. O crime foi registrado no dia 31 de maio.

Segundo o delegado Luís Henrique Nunes, da Seccional, o homem vai ser indiciado pelos crimes de danos ao patrimônio público e terrorismo.

As investigações começaram a partir da análise de câmeras de segurança. E, segundo Nunes, a ideia da polícia era traçar o caminho do suspeito.

Na quarta-feira, por volta das 13h, os investigadores chegaram até uma casa abandonada e encontraram o suspeito varrendo a calçada. Os policiais também localizaram as peças de roupa que o homem teria usado no dia do crime, como mostram imagens de câmeras de segurança.

Ainda de acordo com o delegado, ao ser questionado, o homem disse que não se lembrava de nada e que é usuário de drogas e álcool. O homem segue detido e deve passar por audiência de custódia.

Em várias reportagens, por diversos veículos de comunicação ao longo da semana, foi apontada a hipótese de que o crime havia sido cometido em protesto à derrubada do veto presidencial sobre a extinção do direito às “saidinhas” temporárias de preso dos presídios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui