Grando Sports dá início em março à 2ª edição da “Super Copa Boleiros”

1509
Grando Sports Society recebe os jogos da 2ª Super Copa Boleiros (foto: divulgação)

Em março terá início a segunda edição da Super Copa Boleiros, realizada por Mauri Gonçalves, o Gui, em parceria com a Grando Sports Society. Pioneira em Tatuí na construção do campo para a prática do futebol sete (society), a Grando Sports receberá as partidas da competição nas tardes de sábado.

De acordo com Gui, a proposta inicial é a realização de três séries distintas. A Série Ouro será a principal categoria, para as equipes que entendam que são fortes para enfrentar qualquer adversário.

A Série Prata será voltada a grupos de amigos, funcionários de empresas ou mesmo de seções de empresas, que desejam competir com alguma chance de gritar “é campeão”.

Os responsáveis por idealizar o campeonato trazem também uma novidade em termos de oportunidade e espaço para mulheres. “É a Série Diamante, com o objetivo de inserir cada vez mais as mulheres e buscar que outras mulheres experimentem a adrenalina de disputar os três pontos de uma vitória e tomem gosto pelo futebol sete”, afirma o organizador.

Futebol sete
Gui afirma que o futebol sete, também conhecido como “society”, é um esporte que se torna cada vez mais popular. A modalidade pode ser praticada em grama natural ou sintética.

“O futebol sete caiu no gosto das pessoas que praticam o nosso tradicional futebol, porque é o que mais se parece com ele, e precisa de um numero menor de atletas em cada equipe, o que facilita a montagem dos times nos bairros, nas escolas, empresas ou mesmo entre um grupo de amigos”, argumenta o organizador.

De acordo com ele, contribui também para a difusão e pratica desse esporte o surgimento de novos campos ou quadras agora chamados de arenas.

Liga regional
Com a realização da Super Copa Boleiros, Gui prevê o “nascimento” da liga que dará suporte e definirá parâmetros preservando regras e disciplinando a prática e iniciativas que envolverem a modalidade em Tatuí e região, além de trabalhar para promover cada vez mais o conhecimento e desenvolvimento do futebol sete.

“A segunda edição da Super Copa Boleiros marca simbolicamente a criação da Liga Regional de Futebol Sete (LRF7)”, explica Gui, que será o comandante da entidade.

Segundo o idealizador da liga, muitas atividades envolvendo a entidade, os praticantes e simpatizantes estão sendo pensados para um futuro próximo.

“Seria prematuro tratar dessas ideias, neste momento em que está sendo árduo o trabalho de organizar a Super Copa Boleiros e cumprir a burocracia de formalização da LRF7, mas os planos são ambiciosos” declarou o dirigente.