Golpe de estado é rejeitado por imensa maioria dos tatuianos

0
Publicidade
Da redação

Em consideração aos eventos programados para celebrar a Independência do Brasil, neste dia 7 de setembro, a enquete semanal do jornal O Progresso buscar apurar o posicionamento dos tatuianos sobre como a data deveria ser marcada.

Dessa forma, a pesquisa apresentou a questão: “Você acredita que a celebração da Independência do Brasil deve servir para quê?”. As opções de respostas foram: “apenas comemorar a data”, “reafirmar a democracia” ou “forçar um golpe de estado”.

Como resultado, a grande maioria, somando 50% das respostas, sustentou que a data deveria servir para “reafirmar a democracia”. Outros 37% manifestaram-se a favor de apenas se celebrar a Independência do Brasil.

Finalmente, alcançando apenas 13% dos votos, a ideia de que o 7 de Setembro deveria servir para se forçar um novo golpe de estado no país acabou sendo a opção menos desejada pelos tatuianos.

Nesta semana, a enquete segue com assunto também correlato ao atual mês, focando no chamado “Setembro Amarelo”, que tem como objetivo minimizar os transtornos emocionais e, assim, prevenir os suicídios.

Publicidade

Com o tema “Agir Salva Vidas”, unidades da Secretaria de Saúde, da prefeitura, promovem até o dia 27 deste mês uma série de atividades voltadas a essa prevenção. Todas têm entrada gratuita.

As ações fazem parte da campanha “Setembro Amarelo”, cuja abertura em Tatuí aconteceu na sexta-feira da semana passada, 3, na unidade ESF (Estratégia Saúde da Família) “Dr. Simeão Orsi”, na vila Angélica, com palestra seguida de roda de conversa com a psicóloga Lucimara Rosa Ribeiro de Paula (reportagem nesta edição).

Buscando observar a dimensão de famílias tatuianas já afetadas por esse drama, a enquete pergunta: “Você já teve algum familiar que chegou a tentar ou concretizou o suicídio?”.

Com as opções “sim” e “não”, o resultado será publicado na próxima edição de final de semana, que circula no dia 19.

Publicidade