‘Cordel do Amor Sem Fim’ integra programação dos 188 anos de Tatuí­

484





Ester Gehlen

Peça que conta história de treês irmãs residentes na Bahia volta a Tatuí e integra programa dos 188 anos

 

O espetáculo “Cordel do Amor Sem Fim” é atração deste sábado, 9, no Centro Cultural Municipal. A apresentação faz parte da programação do 188º aniversário de Tatuí e ficará a cargo da companhia de teatro “Atores em Conserva”.

Composto por Ju Assis, Rose Tureck, Rafaele Breves, Dimitri Souza e Souza e Lucas Gonzaga, o elenco retrata a história de três irmãs que vivem em Carinhanha, na Bahia. A família feminina vê sua rotina mudada quando a irmã mais nova, Teresa, se apaixona por um viajante e transforma a vida de todos em uma infindável espera.

De acordo com Lucas Gonzaga, coordenador da companhia, o desconhecido é o fio condutor do cordel vivido no nordeste. “O ambiente da peça se instaura através de sentimentos, angústias e sonhos, que tem como alicerce apenas, e suficientemente, a esperança”, afirma em nota enviada à imprensa.

O espetáculo apresenta uma trupe de vendedores que tem a encenação conduzida por uma figura central, o narrador. Ele é o responsável por dar o tom à brincadeira e organizar a sequência das cenas.

“Toda essa narrativa também é embalada por lindas canções que nos remetem ao universo romântico e fantasioso do sertão”, comenta o coordenador.

A peça tem como músicos Lala Nelly, Diego Guedes, Rafael Gandolfo Scherk e Maria Carolina Taddei. Ela apresenta música original de Carlos Barral, cenografia de Jorge Colina e figurinos assinados pelo próprio grupo.

“Cordel do Amor Sem Fim” retorna ao município depois de temporadas de apresentações em diversas cidades. A encenação em Tatuí acontece a partir de parceria com o projeto “Ademar Guerra”, com entrada franca e início às 20h.

O espetáculo tem apoio da Prefeitura, por meio do Departamento Municipal de Cultura e Desenvolvimento Turístico, Os Geraldos, Poiesis Organização Social de Cultura e Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Formada por ex-alunos do curso de artes cênicas do Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, de Tatuí, a companhia “Atores em Conserva” participa desde 2013 do “Ademar Guerra”. O grupo tatuiano integra o “Programa de Qualificação em Artes”, do governo paulista.

A iniciativa tem como objetivo potencializar o trabalho de criação artística de grupos teatrais de regiões metropolitanas, litoral e interior do Estado. Por meio do projeto, os “conservas” trabalharam com grandes nomes da cena contemporânea.

A lista inclui integrantes do grupo campineiro Os Geraldos e agrega, ainda, os profissionais Melissa Panzutti (da Cia. Vôos), André Capuano (da Cia. São Jorge de Variedades), Viviane Dias (Estelar de Teatro) e Ernani Sanchez.

Em 2013, a companhia realizou a 1a “Mostra de Compartilhamento” no município. O evento resultou em “uma semana de muito trabalho, suor, preparação e trocas artísticas”. A mostra aconteceu no dia 3 de novembro do ano passado.

Ela teve início às 14h, com intervenção realizada na Praça da Matriz. De lá, o grupo seguiu para o Centro Cultural, onde fez às 15h30 encenação do espetáculo “Cordel do Amor Sem Fim”. A peça é baseada na obra de Cláudia Barral.

No mesmo espaço, a mostra teve encerramento com a apresentação teatral do grupo “Os Geraldos”. Os atores da cidade de Campinas encenaram a peça “Números”, sendo orientadores da trupe tatuiana no projeto “Ademar Guerra”.

Os últimos preparativos para o evento aconteceram nos dias 27 e 28 de outubro de 2013. No domingo, os atores da companhia participaram de encontro no Centro Cultural para discutir detalhes da peça. Na segunda, a partir das 19h, realizaram um ensaio geral aberto, no auditório do Colégio Objetivo.