Concurso do Instituto CCR visa professores e escolas públicas

Tatuí está na lista das cidades selecionados para programa

Concurso busca reconhecer e valorizar trabalho dos educadores (foto: Instituto CCR)
Da redação

Tatuí está na lista dos municípios que participam do Concurso Cultural de Práticas Inovadoras na Educação, promovido pelo Instituto CCR, gestor do grupo CCR. As inscrições seguem até o dia 17 de julho, sendo totalmente individuais, voluntárias e gratuitas.

A iniciativa premiará educadores da rede pública de ensino, dos municípios participantes do programa, que dão aulas no ensino fundamental I com um troféu e um notebook, além de premiar as escolas onde os professores vencedores lecionam.

Além de Tatuí, os demais municípios participantes são: Águas de Santa Bárbara, Alambari, Avaré, Buri, Capela do Alto, Cerqueira César Cesário Lange, Itaberá, Itapetininga, Itapeva, Itararé, Pardinho, Porangaba, Quadra, Santa Cruz do Rio Pardo, Sarapui, Taquarivaí e Torre de Pedra.

Há duas categorias: “fomento ao protagonismo do aluno” e “desenvolvimento de competências socioemocionais”. É possível inscrever até dois “cases” por categoria, gratuitamente. A ação é focada no ensino fundamental I.

Para os organizadores, o intuito é reconhecer o trabalho dos educadores, das redes públicas municipais de ensino que, “no exercício da atividade docente, contribuem de forma relevante para a qualidade da educação básica no Brasil e, assim, tornam-se agentes fundamentais do processo formativo das novas gerações”. Os desafios propostos estão respaldados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

“Nosso objetivo é identificar, valorizar e divulgar experiências educativas transformadoras. O “Caminhos para a Cidadania” quer não apenas apoiar, mas também descobrir e incentivar novas alternativas para a realidade complexa do ensino no Brasil”, diz a responsável pelo programa, Ariane Teles.

De acordo com o edital, serão selecionados um vencedor de cada área de abrangência para a premiação, o qual receberá R$ 30 mil em benfeitorias, “não em espécie”, para executar seu projeto, com acompanhamento em mentorias no período de quatro meses.

Os projetos passarão por três fases. Na triagem, todos os projetos submetidos na plataforma que selecionarem a opção de concorrer ao prêmio e cumprirem os requisitos classificatórios serão considerados participantes e seguirão para a próxima etapa.

A partir daí, serão considerados participantes e seguirão para a segunda fase, a de seleção. Os trabalhos aprovados serão avaliados por especialistas da equipe do Instituto Crescer, a partir de critérios desenhados para analisar como o tema da cidadania foi incorporado ao projeto, “à luz dos princípios da educação integra, como equidade, inclusão, contemporaneidade e sustentabilidade”.

Os trabalhos com melhor pontuação irão para a última fase. Os finalistas serão avaliados por uma banca avaliadora composta por especialistas e a promotora, com atribuição de pontuação. Ao final, serão determinados os projetos vencedores da edição deste ano.

Os demais detalhes de inscrição estão disponíveis em Regulamento CCR – VF.pdf (caminhosparaacidadania.com.br).

O anúncio dos vencedores será no segundo semestre.

As inscrições realizadas por educadores deverão ter autorização da direção da escola para participação na concorrência, devido à premiação se tratar de benfeitorias para a escola.

No site www.caminhosparaacidadania.com.br, professores e alunos encontram conteúdos gratuitos, sugestões de atividades, livros, filmes, séries, jogos, lições de cidadania e autoconhecimento, entre outros recursos.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome