Cia. de Maria apresenta serenata cênica no centro histórico de Tatuí

Espetáculo “TEM AR... TE!” será nos arredores da fábrica São Martinho

1
Serenata cênica “Tem Ar... te!” realizada pela Companhia de Maria (foto: AI Prefeitura)
Da redação

O Centro Histórico de Tatuí, nos arredores da antiga Fábrica São Martinho, receberá, nesta terça-feira, 21, a serenata cênica “Tem Ar… te!”, realizada pela Companhia de Maria. O espetáculo de música e teatro, que compõe o “1º Festival de Arte e Cultura de Tatuí”, terá início às 19h, em frente a quatro residências.

O nome “Tem Ar… te!” está associado à falta de ar, que é um dos sintomas da Covid-19, com o objetivo principal de ofertar um “respirar” de arte em meio à pandemia. “A música executada será leve e o texto citado será de estímulo à vida; o mesmo padrão será seguido com os demais elementos cênicos, como maquiagem e figurino”, informa a companhia.

Nas residências, serão feitos um chamado e um convite para os moradores das casas escolhidas, e, quem atender receberá um singelo presente. Respeitando os protocolos sanitários, as pessoas serão orientadas a convidarem os demais moradores das casas para irem até a janela ou o portão, e apreciarem o espetáculo.

Além disso, durante o ato, será interpretado um poema em meio às canções, para então, a ação ser finalizada com pétalas de flores sendo jogadas ao público.

Segundo a proponente do projeto, a atriz e diretora Renata Ramos, “a proposta justifica-se na razão da necessidade humana de consumir e produzir arte, considerando-a como um elemento fundamental no desenvolvimento humano e na construção da qualidade de vida dos moradores, logo, do munícipio”.

O projeto “Tem Ar… te!” é um dos habilitados no edital de cultura 01/2021, do “1º Festival de Arte e Cultura de Tatuí”, realizado pela Prefeitura.

A Companhia de Maria É um grupo artístico tatuiano, que tem como integrantes Renata Ramos, Maria Sbrissa e o músico violonista e compositor, Jimmy Andrey.

A iniciativa do projeto é de Renata Ramos, que é formada em Teatro pelo Conservatório de Tatuí e em artes visuais pela Uninter. Ela iniciou a produção teatral na escola em que estudava, aos nove anos de idade, e, aos 11 anos, para dar continuidade nos estudos entrou para o Conservatório de Tatuí, onde se formou em 2017, participando de mais de 15 espetáculos teatrais.

Em São Paulo, ela atua no grupo “As Alziras”, apresentando-se no show “Conversas e Memórias” e no espetáculo “Páginas Soltas”, que tem a orientação do renomado diretor teatral João das Neves – um dos fundadores do memorável “Grupo Opinião”.

Já em 2019, Renata entrou para a “Companhia de Opinião”, que executou o espetáculo “Opinião Conta Dandaras”, em 2020, contemplada pelo Proac. Atualmente, ela se dedica a conciliar a maternidade, a conclusão da licenciatura de pedagogia, a pós-graduação em metodologia do ensino da arte e a elaboração de projetos culturais.