Câmara aprova moção a autor tatuiano por trabalho teatral

Jacques Lagôa, Ivan Camargo e o produtor Francisco Pinto (Foto: Arquivo pessoal)
Da redação

Por iniciativa do presidente da Câmara Municipal, Eduardo Dade Sallum (PT), foi aprovada moção de aplauso e congratulações ao editor de O Progresso de Tatuí e escritor tatuiano Ivan Camargo, na sessão desta segunda-feira, 3.

O jornalista, responsável pelo periódico local desde 1995, estreou nos palcos a peça teatral “Até que A Morte nos Enlace”, na cidade de São Paulo, com direção de Jacques Lagôa, um dos mais conceituados e premiados diretores de teatro e TV do Brasil. As apresentações aconteceram durante o mês de abril, no Teatro Ruth Escobar.

“Embora de maneira (muito) bem-humorada, o espetáculo busca relembrar os aspectos antidemocráticos, sombrios e violentos da mais recente ditadura deflagrada no país, que completou exatamente seis décadas neste ano de 2024”, aponta a sinopse da peça.

O texto dramatúrgico, que já havia vencido o Concurso Internacional de Literatura promovido pela União Brasileira de Escritores (UBE), em 2011, foi premiado na categoria peça teatral inédita entre mais de 1.100 trabalhos inscritos, em 2023, no Programa de Ação Cultural (Proac), da Secretaria de Cultura, Economia e Indústria Criativas, do governo do Estado de São Paulo.

Camargo agradece o reconhecimento dos parlamentares tatuianos – em especial, a Sallum, pela autoria da moção – e comenta “ser um prazer, acima de tudo, contribuir com as boas referências a Tatuí além de suas fronteiras”, lembrando ter a peça “conquistado excelentes críticas na capital paulista”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui