84% respondem não possuir parentes com ‘dependência’

17
Publicidade
Da redação

A grande maioria dos que participaram da mais recente enquete semanal promovida pelo jornal O Progresso de Tatuí em seu portal de notícias respondeu nunca ter precisado de ajuda dos serviços municipais que atendem dependentes químicos.

Essa foi a resposta de 84% dos tatuianos, enquanto 16% indicaram já ter necessitado de socorro para familiares acometidos pela dependência.

O assunto figurou a pesquisa em razão da inauguração da nova unidade do Caps-AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas) “Dr. Rodolfo Enrique Postigo Castro”, na vila Paulina.

O espaço está em funcionamento desde maio deste ano e atende, em média, 50 pacientes por dia, que fazem uso prejudicial de álcool e outras drogas.

Nesta semana, a enquete aborda a violência contra as mulheres, que motivou nova iniciativa por parte da Câmara Municipal.

Publicidade

Assim como já fora solicitado em legislaturas anteriores, os parlamentares voltaram a pedir, durante sessão ordinária na noite de quarta-feira, 3, a implementação de uma casa de acolhimento às mulheres vítimas de violência em Tatuí (reportagem nesta edição).

Desta forma, a pesquisa pergunta: “Você já vivenciou ou testemunhou alguma violência contra mulher em sua residência?”.

A questão pode ser respondida, com “sim” ou “não”, até a tarde de sexta-feira, 12. O resultado será publicado na edição de final de semana seguinte, 14.

Publicidade