10ª Feira do Doce e 7º guia turístico de Tatuí

Na semana passada, a prefeitura confirmou a realização da décima edição da Feira do Doce de Tatuí. O anúncio aconteceu no Campos do Jordão Convention Center, durante o 66º Congresso Estadual de Municípios (CEM), promovido pela Associação Paulista de Municípios (APM) entre segunda-feira e sexta-feira, 11 a 15.

Com o tema “Municípios, a Força da Democracia”, o mais tradicional encontro municipalista do Brasil reuniu gestores públicos municipais, estaduais e federais para abordar assuntos de interesse dos prefeitos, secretários e lideranças dos 645 municípios paulistas.

O congresso ainda teve um espaço de feira e exposições, onde foram apresentados produtos e soluções de interesse dos municípios, como equipamentos de saúde e segurança, turismo, tecnologias para melhorar a gestão pública, soluções de transporte e mobilidade urbana, entre outros.

Nesse espaço de feira e exposições, no estande da Amitesp (Associação das Prefeituras dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de São Paulo), o Executivo local expôs materiais de promoção turística com o objetivo de promover a cidade como a Terra dos Doces Caseiros e a Capital da Música e realizar a pré-divulgação da décima Feira do Doce de Tatuí.

Entre os materiais, mais uma vez, esteve o Guia Turístico e Gastronômico Tatuí Cidade Ternura, editado em parceria com o jornal O Progresso, o qual chega à sétima edição em 2024.

No evento em Campos do Jordão, foi ressaltado que a Feira do Doce está incluída no Calendário Turístico Oficial do estado de São Paulo desde 2015 e, somente no ano passado, recebeu cerca de 242 mil “passantes” pelos estandes na Praça da Matriz.

De acordo com o secretário municipal do Esporte, Cultura, Turismo e Lazer, Douglas Dalmatti Alves Lima (Buko), a programação em 2024 terá cinco dias, de 5 a 9 de julho, incluindo o feriado estadual, em celebração à Revolução Constitucionalista de 1932 – comemorada no dia 9.

No ano passado, a Feira do Doce movimentou cerca de R$ 2 milhões entre os dias 6 e 9 de julho. Também diante disso, com expectativa muito positiva, já teve início a produção da nova edição do guia “Tatuí Cidade Ternura”.

A publicação, que teve de ser paralisada durante 2020 e 2021 também em razão da pandemia, retornou em 2022, novamente em parceria com a Empresa de Comunicação Tatuí Cidade Ternura.

Como já acentuado neste espaço de opinião em diversas oportunidades, há poucos anos, ainda se duvidava do potencial turístico de Tatuí; agora, praticamente, não mais.

Afinal, seguem aqui, como privilégios e patrimônios, entre tantos outros, a maior escola de música da América Latina (que abriga uma casa de espetáculos fabulosa), um privilegiado aeroclube e o único resort pedagógico do Brasil.

Justamente nessa direção, além de promover os atrativos locais, o guia nasceu com o objetivo de “mudar a visão” dos tatuianos sobre a própria cidade, tendo em evidência suas virtudes, belezas e a rica história.

Por certo, a falta de um “autoconhecimento” não contribuía com a “autoestima” e, por consequência, muito deixava de ser (bem) explorado na cidade – sobretudo, claro, a riqueza musical, a cultura caipira, a tradição doceira e a fama de ternura.

Por tudo isso e a partir de uma carência da Capital da Música, a qual até 2016 não possuía nenhuma publicação especializada em sua gastronomia e atrativos, surgiu o primeiro guia turístico do município.

Assim, O Progresso de Tatuí produziu o informativo com todos os prestadores de serviços e empresas das áreas de turismo, lazer, cultura, alimentação e hospedagem do município.

Exclusivo dentro desses segmentos, o guia impresso “Tatuí Cidade Ternura” alcançou grande repercussão, especialmente por servir a duas funções em uma única publicação: como amplo e completo informativo em gastronomia e lazer para os próprios tatuianos e, ainda, por atender aos turistas em busca de informações sobre a cidade.

A publicação, que também tem contribuído concretamente com a divulgação da Capital da Música além das fronteiras locais, integrou o movimento que ajudou Tatuí a ser reconhecida como MIT (Município de Interesse Turístico) do estado de São Paulo.

Ainda, de forma positivamente inesperada, especificamente a partir de 2019, o guia “Tatuí Cidade Ternura” passou a ser utilizado como material de divulgação até pelos profissionais de aplicativos de transporte na cidade, que têm nele um roteiro frequentemente seguido pelos turistas.

Como conteúdo, o guia continuará apresentando reportagens sobre os principais pontos turísticos locais, além de todos os bares, cafés e restaurantes, hospedagens, festas, eventos anuais e uma especial indicação: todos os produtores de doces, inclusive, os artesanais.

A listagem geral (“gratuita” aos anunciantes) é composta no formato de classificados, à qual são acrescidas as publicidades com informações em detalhes sobre os estabelecimentos, além dos “publieditoriais” (conteúdo sobre as empresas e serviços no formato de reportagem) e dos anúncios tradicionais.

Assim, a publicação se tornou exclusiva na cidade, servindo, realmente, como um guia, vez que não apenas apresenta nomes e contatos dos anunciantes, mas ressalta os pontos turísticos com reportagens. A sétima edição, como em anos anteriores, deve ser lançada justamente na Feira do Doce.

Em 2024, ainda, segue incrementada a inovação que passou a acompanhar a publicação impressa no ano passado: o portal de turismo na web “Tatuí Cidade Ternura” (www.tatuicidadeternura.com.br ).

Trata-se do mesmo conteúdo da versão já tradicional, embora com outras possibilidades, como a veiculação de vídeos dos estabelecimentos parceiros, mapa com georreferenciamento e notícias relacionadas às áreas de turismo, cultura e eventos – de interesse, naturalmente, de visitantes à cidade.

Em todas as versões, independentemente das plataformas, a proposta maior continua em comum: seguir acreditando e investindo no efetivo progresso do turismo em Tatuí!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui