Vereadores de Tatuí querem criação do programa Bolsa Atleta Municipal

Ação auxiliaria no custeio do processo de formação esportiva de tatuianos

16
Parlamentares têm sessão ordinária e extraordinária nesta semana (foto: Eduardo Domingues)
Publicidade
Da reportagem

Visando auxiliar e aumentar as oportunidades de tatuianos que sonham em tornar-se atletas, os vereadores aprovaram, na sessão ordinária de segunda-feira, 22, o pedido de criação do programa “Bolsa Atleta Municipal”.

O requerimento 3.388/21, endereçado ao prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, é de autoria de: Cíntia Yamamoto Soares e Maurício Couto, ambos do PSDB; Gabriela Xavier Mendes Coito e Valdir de Proença, do Podemos; João Éder Alves Miguel e Renan Cortez, do MDB; Jairo Martins (PSD); e João Francisco de Lima, do Cidadania.

Conforme o documento, “alguns municípios têm adotado medidas de incentivo aos esportistas da cidade como, por exemplo, a criação de programa de incentivo e bolsas aos atletas, mediante critérios pré-definidos”.

“Conhecedores da realidade de tantos tatuianos que sonham através do esporte ter novas oportunidades, mas que convivem com dificuldades financeiras para custear todo o processo que envolve a formação esportiva, solicitamos a avaliação do prefeito”, completa a matéria.

Inclusive, alguns parlamentares relataram ter sido procurados, recentemente, pela Torcida Fiel de Tatuí (grupo de torcedores do Corinthians) solicitando ajuda no custeio do processo de formação esportiva de um pequeno tatuiano que integra as categorias de base do “Timão”.

Publicidade

Torcedor declarado do Palmeiras, o vereador Alves Miguel destacou que, apesar do menino atuar pelo clube rival, sempre irá apoiar “medidas e ações que possam ser benéficas ao município”.

“Uma iniciativa muito importante que muda a vida das pessoas pelo esporte e revela novos talentos”, complementou o corinthiano e presidente da Câmara Municipal, Antonio Marcos de Abreu (PSDB).

As quatro vereadoras tatuianas, Cíntia, Débora Cristina Machado de Camargo (PSDB), Gabriela e Micheli Cristina Tosta Gibin Vaz (Podemos), apresentaram, em conjunto, o requerimento 3.410/21, também destinado ao chefe do Executivo.

Elas pedem informações sobre a possibilidade de realizar, em parceria com o Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), a “Feira da Mulher Empreendedora”, com o intuito de promover a geração de renda e estimular o empreendedorismo feminino no município.

Cíntia ainda questionou a interventora da Santa Casa de Misericórdia, Yrisviviane Tavares Gonsales Silva, se existe alguma previsão para encerramento dos leitos de UTI (unidade de terapia intensiva) destinados ao tratamento de Covid-19.

O requerimento 3.441/21 da vereadora ainda aponta que houve uma “importante” queda de internação e diminuição de pacientes necessitando de atendimento emergencial, além de perguntar se há possibilidade de fazer leitos isolados para Covid-19 na UTI geral e qual a previsão do retorno do centro cirúrgico ao local.

Na reunião parlamentar desta semana, os vereadores aprovaram 108 matérias, sendo 4 indicações, 84 requerimentos e 20 moções, na sessão ordinária, além de um projeto de lei, do Legislativo, e um projeto de decreto legislativo, na ordem do dia, e um projeto de lei, do Executivo, em sessão extraordinária.

Entre as demais matérias endereçadas ao prefeito, Abreu pede a instalação de uma UBS (unidade básica de saúde) no bairro Residencial Astória.

Já José Eduardo Moraes Perbelini (Republicanos), apontando a possibilidade de o governo estadual colocar ar-condicionado em todas as escolas estaduais até o final de 2022, pede que Cardoso faça o mesmo nas escolas municipais.

Por sua vez, Cláudio dos Santos (PSL) pede que o chefe do Executivo informe se o Departamento Municipal de Mobilidade Urbana está fornecendo novamente o cartão rotativo para estacionamento em ruas da área central. O vereador disse ter sido multado e recebido reclamações de munícipes pelo mesmo motivo.

O parlamentar declarou concordar com a utilização do cartão rotativo, mas criticou o fato de o retorno não ter sido amplamente divulgado. Na tribuna, ele informou o número do celular dele e garantiu que “pagaria advogado aos moradores multados que quisessem recorrer”.

Apesar disso, Santos, juntamente com Gabriela, Paulo Sérgio de Almeida Martins (PRTB), Proença e Renan Cortez (MDB), assinaram uma moção parabenizando Cardoso após o anúncio de que não irá aplicar recursos públicos para a realização do Carnaval de 2022 em Tatuí.

Publicidade