Trio é preso acusado de associação e tráfico de drogas na região do ‘TG’

864
Drogas e materiais recolhidos pela PM na casa dos suspeitos (Foto: Divulgação/PM)
Da redação

Três pessoas foram presas na tarde de segunda-feira, 6, durante ação da Polícia Militar contra o tráfico de drogas na região do Jardim Thomaz Guedes. Equipes da Força Tática e canil apreenderam porções de maconha, embalagens plásticas, celulares, dinheiro e cheques.

De acordo com a PM, por volta das 14h, uma equipe da FT recebeu denúncia, via rádio, informando que havia venda de drogas em uma casa da rua Damácio do Amaral, no residencial Guedes.

Conforme o denunciante, dois rapazes e uma moça estavam envolvidos no tráfico. A pessoa ainda passou algumas características dos suspeitos e detalhes sobre as roupas que estavam usando.

Dois dos acusados foram encontrados logo que a viatura entrou na rua indicada. Conforme os militares, os jovens perceberam a aproximação da guarnição, entraram rapidamente na residência e depois tentaram fugir.

A viatura avançou e encontrou os dois correndo por um terreno baldio atrás da casa, onde acabaram abordados pelos militares. Em busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado, contudo, os suspeitos teriam contado que havia drogas na casa.

No imóvel, os policiais encontraram a namorada de um dos acusados. Em revista pessoal, a jovem, de 25 anos, estaria carregando cinco porções de maconha embaladas e prontas para venda.

Segundo o boletim de ocorrência, questionada, a mulher contou que a droga estava com o namorado dela e que o rapaz entregara as porções para que ela as escondesse. Isso teria acontecido no momento em que o acusado entrara na casa, antes de fugir.

Ainda em buscas pelo imóvel, com apoio de uma equipe do canil da PM, um cão farejador localizou uma porção da mesma droga no pé de uma mesa e outras duas porções em um armário.

Na casa, ainda foram apreendidas 45 embalagens plásticas tipo “sacolé”, quatro pinos vazios, dois celulares, uma bolsa pequena de mãos, com R$ 29,30 em dinheiro e R$ 3.500 em sete folhas de cheques (R$ 500 cada), além de um facão, que seria utilizado para fracionar a droga antes de ela ser embalada.

Os três foram encaminhados à Delegacia Central, onde permaneceram à disposição da Justiça. A estagiária Bárbara Raissa Rangel, 25, o agente de apoio Gabriel Ferraz Galavoti, 22, e o açougueiro Bruno Pereira da Silva, 24, foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.