Três homens desapareceram em Tatuí na última semana

Um é encontrado e 2 ainda são procurados pelas famílias

366
Fabrício Aparecido Pinto Silva está desaparecido desde 1° de dezembro (foto: Arquivo Pessoal)
Da redação

Três homens foram dados como desaparecidos, na semana recente em Tatuí. As famílias registraram boletins de ocorrência e estão à procura dos parentes. Um deles, morador de Tatuí, continua desaparecido e outro, de Cerquilho, acabou encontrado.

O tatuiano, Fabrício Aparecido Pinto Silva, de 33 anos, desapareceu após sair de casa para visitar parentes em Salto de Pirapora, na segunda-feira, 29 de novembro. Conforme a família, o homem não levou o celular e chamou um mototáxi para levá-lo.

Silva passou dois dias na casa de um tio e saiu da cidade vizinha, na manhã de quarta-feira, 1º, sem se despedir de ninguém. Ao perceber a demora, o irmão dele decidiu registrar boletim de ocorrência na Delegacia Central de Tatuí.

Segundo a família, Silva faz uso de remédios controlados, contudo, nunca ficou por tanto tempo fora de casa sem dar notícias. Ele foi visto pela última vez no bairro Green Valley, em Sorocaba.

Outro homem que havia sido dado como desaparecido é Rodrigo Simões de Barros, 42, mas ele foi encontrado. Barros é servidor da prefeitura de Porto Feliz e reside em Cerquilho, contudo, o celular e a carteira do homem foram encontrados em Tatuí.

O funcionário público desapareceu na quinta-feira, 2. De acordo com o registro de ocorrência, ele havia saído para trabalhar, por volta das 7h, mas não chegou e nem entrou em contato com a prefeitura.

Segundo parentes, ao ligar para o celular de Barros, uma funcionária de uma loja de conveniência em um posto de combustíveis da rodovia Antônio Romano Schincariol (SP-127), em Tatuí, atendeu a ligação e contou que encontrara o aparelho e a carteira dele jogados na calçada. Barros não tem histórico de desaparecimento e nem vícios.

Nas redes sociais, a família informa que Barros voltou para a casa na sexta-feira, 3, mas não deu detalhes sobre o ocorrido.

Jean dos Santos Souza

Nesse mesmo dia, uma família também entrou em contato com o jornal O Progresso de Tatuí informando o desaparecimento de um homem identificado apenas como “Jean”. Segundo parentes, o rapaz veio para Tatuí visitar a mãe.

Familiares dizem que o homem entregou os documentos em uma empresa e precisou da certidão de reservista, desaparecendo após ter saído da casa para ir à Junta Militar buscar uma cópia do documento.

Os familiares não disseram qual a cidade, o nome completo e a idade de Jean. O Progresso de Tatuí tentou entrar em contato, mas até o fechamento desta edição (terça-feira, 7, às 17h), não havia tido respostas.