Tatuianos são campeões da disputa de rali ‘Sertões’ pela UTV Over Pro

Pilotos Edu Piano e Solon Mendes conquistam o oitavo título da dupla

0
Multicampeões do ‘Sertões’: os pilotos Piano e Mendes (foto: Victor Eleutério/Fotop)
Da redação

Os pilotos Edu Piano e Solon Mendes, da equipe tatuiana de rali Território Motorsport, sagraram-se campeões da 29ª edição da disputa “Sertões” pela categoria UTV Over Pro, no sábado, 21, em competição pela oitava etapa “Especial”, ocorrida em Arapiraca, cidade do agreste alagoano.

Devido às chuvas dos últimos dias em Alagoas e Pernambuco, a organização da competição cancelou a nona etapa, para a segurança dos competidores, e os vencedores foram conhecidos já na oitava etapa.

Piano e Mendes lideraram a categoria desde a quarta etapa da competição e terminaram entre os “top 10” da categoria geral (em nono lugar). Este é o oitavo título da dupla, que completou, em 2021, 15 anos de parceria.

Eles venceram na categoria “UTV Over 45”, em 2018 e somam outros seis títulos na “Caminhões” (entre 2007 e 2014). Neste período, subiram ao pódio em 14 edições do “Sertões”.

Com a nova medalha, Piano coleciona, agora, nove títulos. Em 2005, foi campeão na geral da “Carros” – dois anos antes de fechar com Mendes.

“Foi um rali duro, difícil, do jeito que gostamos, de sair da Especial com o braço doendo. Estávamos brigando por um pódio nos top 5 da Geral também, mas tivemos uma correia estourada e, nas duas últimas etapas, o Stela não funcionou, para pedirmos ultrapassagem, e perdemos muito tempo na poeira”, comentou Piano.

“Mostrou que, mesmo depois de 26 anos, no meu caso, ainda somos competitivos e vencemos na nossa categoria os dois campeões do Dakar, e estou bem feliz”, completou.

Com 23 anos de grid, Mendes comemora mais um título.  “É muita felicidade! Corremos com suspensão e pastilha de freio originais, não tive tempo de me preparar fisicamente, mas a vontade de vencer e a fé em Deus sempre nos faz superar tudo”, disse o cearense de Fortaleza.

“Estou há 16 anos na equipe Território (Motorsport), 15 com Edu, 14 pódios, sendo oito primeiros lugares. O ‘Sertões’ faz parte da nossa vida, não tem como não estar aqui todos os anos”, declarou.

O título será validado quando completados o deslocamento de 320 quilômetros (tempo máximo de seis horas) até a praia de Carneiros, em Tamandaré (PE), local da rampa de chegada e onde será realizada a premiação (com data a ser definida).

A dupla faz parte da equipe Território Motorsport de Tatuí, que garantiu dois pódios da competição, já que Rodrigo Luppi e Maykel Justo completam o rali em terceiro lugar na categoria Geral e terceiro na UTV 1.

Eles largaram da praia da Pipa (RN), no dia 14 de agosto. Em 2020, foram vice-campeões na geral e campeões da UT2 e conquistaram, em fevereiro, o título inédito de campeões na geral do South American Rally Race (SARR), no deserto argentino, com duplas de 11 países.

Em cinco das oito etapas deste “Sertões”, eles estiveram entre os cinco mais rápidos da Geral (eram 87 UTVs no grid), mas, segundo a assessoria de comunicação da equipe Motorsport, “alguns percalços durante o roteiro nordestino prejudicaram a dupla.”

Na oitava etapa, de sábado, o trecho cronometrado que definiu o rali teve 152 quilômetros, o mais curto desta edição, e os resultados das quatro duplas da equipe tatuiana foram: Luppi/Justo em terceiro na UT1 e quinto na Geral (2h50m37s); Piano/Mendes em quinto na UTV Over Pro (2h57m37s); Lélio Júnior/Moreira em 11º na UT3 (3h13m47s); e Nacif/Dallape em 17º na UTV Over 45 (3h23m46s). Todos competem com UTV Maverick X3 TM, preparados pela equipe.