Tatuí reúne mais de 48 mil pessoas e vence El Tigre no Dia do Desafio

382
Secretário Cassiano Sinisgalli comemora o resultado do município no Dia do Desafio (foto: Diléa Silva)
Publicidade

Tatuí superou a cidade venezuelana de El Tigre e venceu o confronto deste ano na 24ª edição do Dia do Desafio. Apesar da vitória, o município registrou menor número de participantes em relação aos últimos quatro anos.

O resultado oficial da cidade vencedora foi divulgado pelo Sesc Sorocaba na quarta-feira, 6. A Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude fechou o balanço geral na segunda-feira, 4.

O evento, promovido na última quarta-feira de maio, 30, mobilizou 48.607 pessoas em Tatuí.  A adesão representa 45,29% da população, enquanto a cidade venezuelana reuniu 32,34% dos habitantes.

A participação tatuiana nesta edição foi a menor dos últimos quatro anos. Em 2017, Tatuí teve 62,91% de participação, contra 10,49% da cidade de Votorantim (SP). Em 2016, disputando contra Huimaguillo, teve o envolvimento de 57,19% da população, enquanto a cidade mexicana registrou 21,12%.

Em 2015, 56,15% dos tatuianos fizeram alguma atividade e 0,52% dos habitantes de Huamanga, no Peru, aderiram ao desafio. Em 2014, o resultado foi de 64,37%, enquanto Salto (SP) teve 25,69% de participação.

Publicidade

De acordo com o secretário do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli, a queda no número de participantes era esperada devido à paralisação dos caminhões e à falta de combustível, que aconteceram na semana do evento.

“Nós já até esperávamos que isso fosse acontecer, por causa da falta de combustíveis. Muitos alunos não foram na escola naquela semana, e não quisemos cancelar para não prejudicar as pessoas que poderiam ir ao evento”, comentou.

Ainda conforme Sinisgalli, o intuito maior do evento é promover incentivo e a conscientização da população quanto aos benefícios da prática de atividades físicas.

“A gente não gosta de perder nem em par ou ímpar”, comentou, rindo. “Mas, não tem competição neste evento, é uma disputa saudável e amistosa. Nós a fazemos pensando em promover saúde, bem-estar e qualidade de vida para a população”, reforçou o secretário.

O propósito ressaltado por Sinisgalli também é frisado pelo Sesc Sorocaba, coordenador das atividades na região. Conforme o órgão divulgou, neste ano, a competição trouxe novidades. As cidades são competidoras, mas também parceiras.

Para promover maior integração, cooperação e troca de experiências, os municípios da mesma categoria competirão em parceria por mais duas edições, de 2018 a 2020. O que significa que, nos próximos anos, Tatuí continua disputando com El Tigre.

A competição conjunta foi proposta para maior engajamento entre as cidades. O município compete em parceria com o outro de sua dupla, por meio da modalidade “Cidade mais Cidade”, na qual será contabilizada a porcentagem de moradores que cada uma conseguir envolver na competição.

Para reunir quase metade dos habitantes durante o “Dia”, a programação tatuiana teve início às 6h, com festival de corrida na pista de atletismo municipal, e estendeu-se até às 21h, com atividades nas escolas municipais e nas praças Ayrton Senna e Matriz.

Foram realizadas competições de judô, caratê, capoeira, basquete, vôlei, tênis, futebol de areia, entre outras modalidades oferecidas pelo Departamento de Esportes. Além disso, houve aulas de zumba e outras danças, com trios elétricos nas escolas e comunidades.

“As empresas ligaram contando que participaram, mas nosso foco maior concentrou as escolas, academias, bairros, trio elétrico e as escolinhas, onde temos mais de 2.000 alunos”, contou Sinisgalli.

As cidades que tiveram que cancelar a participação no Dia do Desafio devem realizar o evento nos dias 13, 20 ou 27 de junho. O resultado final de todas as participantes será divulgado até o dia 5 de julho.

Publicidade