Tatuí confirma primeiro óbito por Covid-19

1423
Publicidade
Da redação

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou na tarde deste sábado, 2, com nota de luto, o primeiro óbito por Covid-19 em Tatuí. A vítima da doença – um homem de 39 anos, morador do Residencial Juliana – estava no Hospital Samaritano, em Sorocaba, e faleceu na sexta-feira, 1º.

O caso ainda não havia sido notificado como suspeito nas notas epidemiológicas de Tatuí. O exame foi realizado pouco antes da morte, em Sorocaba, e o resultado com a confirmação de coronavírus acabou divulgado no início da tarde deste sábado, 2.

O homem trabalhava como motorista. Ele foi sepultado na manhã deste sábado, no Cemitério São João Batista, em Tatuí.

Por volta das 12h30, a VE havia divulgado nota apontando terem sido registrados dois novos casos suspeitos para Covid-19 nas últimas 24 horas.

Uma mulher de 65 anos está internada em isolamento na Santa Casa de Misericórdia e um homem de 52 anos realiza tratamento domiciliar. Os quadros de ambos estão estáveis e eles aguardam os resultados dos exames.

Publicidade

Ainda de acordo com a VE, outros dois pacientes estão internados na unidade de terapia intensiva da Santa Casa: uma mulher de 66 anos, com exame positivo para Covid-19, e um homem de 77 anos, com suspeita da doença, ambos com quadro grave.

Outros três pacientes diagnosticados com a doença seguem internados em hospital particular.  Um homem de 40 anos e uma mulher de 67 anos estão na UTI da unidade privada, com quadro grave. Além disso, uma mulher de 47 anos, também com Covid-19, que estava em tratamento domiciliar, precisou ser internada. O quadro é estável.

Com a divulgação da nota de luto, o município soma 149 notificações, sendo oito casos suspeitos aguardando resultados dos testes, 119 descartados e 22 positivos, com um óbito.

Dos casos confirmados, 13 pacientes estão restabelecidos. Oito ainda estão em tratamento, sendo três pacientes internados em UTI, um em isolamento no hospital particular e quatro em tratamento domiciliar.

Publicidade