Sumiço de 2 éguas da raça árabe em Tatuí torna-se caso policial

Da Redação

Dia 30 de janeiro, terça-feira, um indivíduo de 56 anos, proprietário de cavalos, compareceu à Delegacia de Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência de furto de duas éguas da raça árabe em Tatuí. Os animais estavam desaparecidos havia três semanas.

A princípio, o dono do sítio acreditava na possibilidade de encontrá-las. No entanto, após procurar nas imediações e ter buscado ajuda na prefeitura, para saber se haviam sido apreendidas, não conseguiu localizá-las.

Na delegacia, a vítima afirma ter notado danos na cerca dos fundos da propriedade e informa que a última vez que os animais foram vistos estavam em uma área vizinha.

No boletim, ele menciona não saber o valor de mercado das éguas, que são mestiças árabe, de cor tordilha. Também informa não dispor de câmeras de monitoramento no local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui