Sta. Casa amplia em 4 vezes o número de cirurgias eletivas

1625
Prioridade da gestão em 2018 é a reforma do Centro Cirúrgico (foto: AI Prefeitura)
Publicidade

A Santa Casa de Misericórdia realizou, em janeiro de 2018, quatro vezes mais cirurgias eletivas do que em janeiro de 2017. As informações foram apresentadas à prefeita Maria José Vieira de Camargo pela interventora municipal, Marcia Giriboni e a equipe de trabalho, na segunda-feira, 5, em reunião no paço municipal.

Em janeiro do ano passado, foram 34 cirurgias, sendo 7 gerais, 3 infantis e 24 ortopédicas. Em janeiro deste ano, foram 145 cirurgias, sendo 58 gerais, 10 plásticas reparadoras, 12 infantis, 2 de bucomaxilo e 37 ortopédicas.

“Estamos, aos poucos, reduzindo a demanda reprimida que recebemos da gestão passada, sem deixar de atender aos novos casos. Não tem sido uma tarefa fácil, enfrentamos vários desafios desde que assumimos o hospital, em maio de 2017”, declarou Maria José, pela assessoria de comunicação do Executivo.

Outro registro importante é que, em janeiro, foram entregues mais 11 quartos (30 leitos) da ala que atende preferencialmente ao SUS, do projeto Adote um Quarto, Abrace a Santa Casa.

“Quartos novos, reformados e com o conforto adequado que o paciente e seu acompanhante necessitam”, acrescentou a assessoria.

Publicidade

Com a recente entrega, o projeto Adote um Quarto já contabiliza 22 espaços (60 leitos) reformados, com a ajuda de doadores (dois pisos). O último piso, o andar térreo do Edifício “Orlando Bolzan”, deverá ser entregue no mês de março.

“A prioridade, agora, é buscar parceiros para a reforma do centro cirúrgico, que irá custar algo em torno de R$ 2 milhões”, adiantou a prefeita Maria José.

Publicidade