Saúde reabre o gripário em Tatuí e foca em vacinação contra a gripe

Prefeito vistoriou setor ontem e diz que espaço vai tranquilizar pacientes

42
População com sintomas de gripe deve se dirigir até unidade na Santa Casa
Publicidade
Da reportagem

A Secretaria Municipal da Saúde reabre hoje, quarta-feira, 5, o gripário e passa a dar prioridade à aplicação de vacinas contra a “nova gripe”, conforme antecipou o prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior a O Progresso de Tatuí.

O chefe do Executivo disse que o setor voltará a atender pacientes com sintomas gripais na Santa Casa de Misericórdia “para dar tranquilidade às pessoas”, que até então se dirigiam à UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Cardoso Júnior vistoriou o espaço na manhã de ontem, terça-feira, 4, para acompanhar a arrumação e declarou que a reabertura do espaço acontece não pela demanda de atendimento e nem por conta de aglomeração de pessoas, mas para dar tranquilidade aos pacientes. “Na verdade, todas as cidades, não só no Brasil, mas no mundo, tiveram aumento de contágio de gripe”, iniciou.

Segundo ele, o surto provocado pela cepa do subtipo A (H3N2), batizada de Darwin, levou muitas pessoas a buscarem atendimento. Tanto que, conforme dados repassados pelo prefeito, 85% dos pacientes atendidos na UPA tinham sintomas gripais leves. Daí a preocupação das demais pessoas que procuram a unidade em se contaminar com a variação.

Cardoso Júnior enfatizou que o medo, no entanto, é injustificado. “A UPA já conta com duas alas distintas; as pessoas já ficavam separadas desde o pré-atendimento. Acontece que quem ia até lá tinha receio e, para que as pessoas se sentissem mais seguras, nós resolvemos reativar o gripário”, acrescentou.

Publicidade

O atendimento será feito nas dependências da Santa Casa, com entrada pela avenida Cônego João Clímaco de Camargo, a Avenida das Mangueiras, 422. O horário de atendimento vai das 7h às 18h, de segunda-feira a sexta-feira.

“Nós centralizamos ali a atenção necessária tanto para detecção como tratamento da doença. As pessoas serão diagnosticadas e medicamentadas”, antecipou Cardoso Júnior.

Inaugurado em julho de 2020, o gripário funcionou primeiro na Santa Casa e, no mês seguinte, em agosto, passou a atender pacientes de Covid-19 no Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”.

A desativação aconteceu em 20 de setembro do ano passado, quando a Secretaria da Saúde mudou o centro de testagem para a UBS (unidade básica de saúde) Central “Dr. Aniz Boneder”.

O serviço foi criado com o objetivo de centralizar detecção e tratamento de forma precoce, tendo sido implementado na cidade por indicação do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento, no período de ascensão do novo coronavírus. Conforme o prefeito, ele ficará em atividade até que o surto de gripe acabe.

Em outra frente, além do gripário, Cardoso Júnior disse que a Prefeitura está investindo massivamente em ações de estímulo à vacinação. O prefeito lembrou que a imunização segue disponível para a população.

“Nós já realizamos uma reunião só para discutir esse assunto. Vamos mobilizar o maior número possível de pessoas, principalmente idosos, para aumentar a imunidade da nossa população, porque a vacina protege e salva vidas”, frisou.

No município, a campanha contra a “gripe comum” acontece todos os anos. Em 2021, a ação não atingiu 50% do público-alvo, formado por crianças (de seis meses a menores de seis anos), gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz 45 dias antes ou menos), trabalhadores da área da Saúde e idosos acima de 60 anos.

Também entravam no grupo prioritário, até o ano passado, professores; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e com outras condições clínicas especiais; portadores de deficiência permanente; profissionais das Forças Armadas, de segurança e salvamento; caminhoneiros; trabalhadores portuários e de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade; e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas.

Para aumentar a imunização, a secretaria ampliou, em julho do ano passado, a aplicação para todas as pessoas acima de seis meses de idade.

A vacinação contra a Influenza ainda acontece na UBS “Aniz Boneder”, no centro, de segunda a sexta, das 7h às 18h, mas segue até durar o estoque. De acordo com a Prefeitura, há poucas doses disponíveis, porque “a campanha de imunização contra a gripe terminou em setembro do ano passado”. Mais informações são obtidas na Vigilância Epidemiológica, pelo telefone (15) 3305-8855.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome