Santa Casa deve receber R$ 9 milhões em recurso exclusivo

264
Publicidade





AC Prefeitura / Evandro Ananias

Prefeitura anuncia pacote de investimentos para Santa Casa de Misericórdia

 

O prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, anunciou, na tarde de quinta-feira, 29, um novo pacote para a Santa Casa de Misericórdia de Tatuí.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, a “melhoria inclui repasses recordes” e um novo arranjo administrativo que permitirá o aumento do fluxo mensal de recursos para o hospital.

Publicidade

A novidade foi apresentada em reunião com a provedoria e equipe gestora da entidade, a qual teve presença do secretário da Saúde, Máximo Machado Lourenço.

Conforme a assessoria de comunicação, a Santa Casa passa a ser um hospital “estratégico” e, com isso, receberá aporte mensal extra de R$ 159 mil para custeio.

Segundo a assessoria de comunicação, a conquista foi possível graças à articulação do prefeito junto à Secretaria de Estado da Saúde, por meio do secretário adjunto Wilson Modesto Pollara. As tratativas iniciaram-se em março, por audiência agendada pelo deputado estadual padre Afonso Lobato (PV).

A Prefeitura anunciou que o pacote se trata de um “novo fôlego no custeio da entidade, adicionado ao maior repasse de recursos da história da cidade, para uso compartilhado entre a Santa Casa e o Pronto-Socorro Municipal”.

O pacote deve incluir a contratação de uma nova equipe médica e reformulação do sistema de atendimento ao público, que, segundo a assessoria de comunicação, está em estágio final de implantação.

Conforme a assessoria de comunicação, em 2014, o total do repasse de recursos exclusivos do município chegará a R$ 9 milhões, superando a expectativa inicial, de R$ 5,5 milhões para o ano.

A Prefeitura anunciou que o aporte de 2013 fechou o exercício com saldo de R$ 5,4 milhões, com R$ 1,2 milhão a mais do que o previsto inicialmente.

A provedora da entidade, Nanete Walti de Lima, destacou os R$ 500 mil de custeio e R$ 300 mil, fruto de devolução de recursos da Câmara Municipal.

Ela falou, também, sobre “conquistas do prefeito”, assim como divulgado pela assessoria do Executivo. “A principal delas, talvez, seja a hemodiálise, que agora atende os pacientes da UTI e doentes renais em internação. Mas, há outras medidas, aparentemente simples, que fizeram toda diferença”, comentou ela, pela assessoria.

A assessoria de comunicação ainda listou alguns feitos do prefeito: a doação de equipamentos para cirurgias de vasectomia, no valor de R$ 15 mil; equipamentos para maternidade, com quatro isoletes, quatro máquinas para fototerapia, três monitores multiparâmetro, um oxímetro e um carrinho para anestesia, no valor de R$ 210 mil; equipamentos de anestesia, no valor de R$ 15 mil; nova ambulância e reforma da UTI, com R$ 18 mil de investimento; uma isolete, uma máquina de fototerapia, três monitores multiparâmetros, no valor total de R$ 70 mil, por meio de interlocução junto à Vara do Trabalho; uniformes para campo cirúrgico; aparelhos de ar-condicionado para o centro cirúrgico – que também será em breve ampliado; disponibilização de dez funcionários, que atuam diariamente no hospital; doação de cestas de natal para servidores; investimento em programas motivacionais para a equipe; e doação de cobertores e outros utensílios.

“Tivemos um avanço enorme. Melhoramos as cadeiras dos acompanhantes, os colchões, as televisões e reformamos e pintamos as alas. Agora, teremos até ar-condicionado em alguns setores. O mais importante é que a população percebeu essa mudança e passou a colaborar, doar. Abriram-se as portas para a Santa Casa em todos os segmentos da sociedade”, declarou Nanete.

O tesoureiro da Santa Casa, João Prior, afirmou que “a integração está rendendo bons frutos”. “Nunca o município investiu tanto no hospital, e o resultado é esse: obras, melhorias, crescimento, novos programas que vêm transformando a realidade da nossa Santa Casa. Os R$ 500 mil que o prefeito Manu conseguiu para custeio deram novo fôlego e equilíbrio às contas”.


Publicidade