PSDB oficializa nomes de Maria José a reeleição e de ‘prof. Miguel’ a vice

827
Maria José e o pré-candidato a vice-prefeito recebem apoio de deputados estaduais e federais (foto: Divulgação)
Publicidade
Da reportagem

Convenção realizada pelo PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e mais sete partidos, na manhã de domingo, 6, oficializou o nome de Maria José Vieira de Camargo para a corrida à prefeitura. Junto a ela, como candidato a vice, disputará o professor Miguel Lopes Cardoso Júnior, do MDB (Movimento Democrático Brasileiro).

A confirmação aconteceu em evento suprapartidário na Câmara Municipal, com transmissões virtuais devido à pandemia do novo coronavírus.

As 10h, convencionais e filiados homologaram as candidaturas em reunião pelo aplicativo Zoom, e, às 11h, os pré-candidatos se pronunciaram com transmissão por redes sociais.

O encontro contou com pronunciamento de representantes de partidos que integram a coligação e da deputada estadual Damaris Dias Moura (PSDB), além de depoimentos gravados por deputados federais e estaduais.

A O Progresso, a prefeita afirmou que entra na disputa por acreditar ainda ter “muito a fazer por Tatuí”.

Publicidade

“Aceitei este desafio de administrar a cidade por quatro anos e, agora, em parceria com o professor Miguel – que também tem uma história junto desta administração como um excelente secretário -, tenho certeza de que vamos fazer muito mais por Tatuí”, disse ela.

No evento, Maria José recebeu apoio de políticos locais. Entre eles, o presidente do diretório municipal do PSDB, Alexandre Grandino Teles. Além do apoio à candidatura da prefeita, o atual vereador, anunciou não concorrer ao pleito neste ano.

“Todos notamos a transformação da nossa cidade nestes últimos quatro anos. Tenho muito orgulho de fazer parte desta gestão que nos devolveu o orgulho de morar em Tatuí e, mesmo não sendo candidato, continuarei lutando ao lado da prefeita por uma cidade cada vez melhor”, declarou Teles.

Conforme o vereador, os motivos do afastamento são os negócios da família. “Todos sabem que perdi meu pai recentemente e o compromisso que eu tinha com ele, de manter os negócios, me impedem de continuar – somente neste momento. Em breve, estaremos de volta”, afirmou.

O presidente da Câmara, Antônio Marcos de Abreu (PSDB), também reforçou suporte a Maria José. Ele falou sobre o trabalho realizado nos últimos quatro anos pela prefeita e mencionou: “Tatuí precisa da Maria José para continuar nos trilhos”.

Na sequência, o atual vice-prefeito, Luiz Paulo Ribeiro da Silva – que também não irá participar do pleito deste ano -, foi recebido com palmas e sustentou: “De todos os discursos que já fiz, este será o mais difícil, então, peço a paciência de vocês”.

Ele citou situações consideradas desafiadoras durante a gestão e disse acreditar ter cumprido a “missão” durante os quatro anos de mandado. Ainda explicou os motivos de não tentar a reeleição.

“Dei o meu melhor nestes quatro anos, e sempre falei que meu mandato se encerraria neste ano. Conversei com políticos, com amigos, familiares e com Deus e, no fim, ouvi meu coração e decidi que seria o momento de dar um até logo”, declarou.

Luiz Paulo ainda agradeceu à prefeita Maria José e colocou-se à disposição para ajudar a administração nos próximos quatro anos, caso ela e Cardoso sejam eleitos para um novo mandato.

O ex-prefeito e coordenador regional do PSBD, Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, iniciou o discurso falando sobre a parceria com o vice-prefeito Luiz Paulo e agradecendo pelos 16 anos em que trabalharam juntos na política tatuiana.

Em seguida, Gonzaga mencionou que “a população precisa ter a consciência de que a cidade não pode regredir” e acrescentou: “As pessoas não podem acreditar em falsas promessas que estão sendo feitas”.

“Fiquemos atentos, porque milagres não existem. Milagre é trabalho, é luta, é acreditar em um sonho e cuidar das pessoas com o mesmo carinho e respeito que a Maria José cuidou nestes últimos anos”, completou o ex-prefeito, afirmando que continuará a dar apoio à esposa na administração do município.

Damaris, por sua vez, afirmou que Maria José é “semente de uma nova floração”. Além de citar o histórico político da prefeita, disse que Maria José trouxe uma “série de evoluções” para cidadãos tatuianos.

“Ela não faz parte de uma antiga semeadura. Ela veio para mudar e transformou realidades injustas, intolerantes e desiguais, em realidades mais juntas, humanas, fraternas e solidárias. Tudo isso por amor a Tatuí”, sustentou Damaris.

Também enviaram mensagens de apoio: os secretários estaduais Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) e Flávio Amary (Habitação); o deputado estadual Jorge Caruso, presidente estadual do MDB; os deputados federais Vitor Lippi e Samuel Moreira, do PSDB; e a presidente do Fusstat (Fundo Social de Solidariedade), Sônia Maria Ribeiro da Silva. As autoridades gravaram depoimento em vídeo, exibidos em telões.

Penúltimo a falar, o candidato a vice-prefeito disse que a chapa pretende continuar o trabalho realizado no município e disse estar “tranquilo” para concorrer ao pleito ao lado de Maria José.

“Enquanto trabalhei com a prefeita, pude perceber que ela tem carinho pela população. A todo tempo, ela colaca Deus à frente de tudo, as pessoas em primeiro lugar, se coloca no lugar dos outros e sente a dor do próximo. Então, não tenho com o que me preocupar. Tenho certeza de que vamos fazer um bom trabalho juntos”, declarou Cardoso.

Maria José ressaltou a data da convenção como um marco para a vida pública dela. “É o dia em que renovo meu compromisso com Tatuí e com nossa gente, e deixo aqui uma mensagem de esperança: podemos, sim, fazer mais; podemos, sim, realizar mais”.

“Com trabalho, transparência e determinação, nossa nova caminhada começa hoje, e precisamos estar unidos para essa jornada. Tatuí precisa seguir em frente, o momento agora é de crescer com amor por Tatuí, trabalho e desenvolvimento”, finalizou a prefeita, mencionando o lema da campanha.

A coligação “Amor por Tatuí – Trabalho e Desenvolvimento”, que irá apoiar a campanha da prefeita Maria José, reúne os partidos: PSDB, MDB, PSD, PL, PSC, PSL, Cidadania e Republicanos e homologou 111 pré-candidaturas a vereador até a convenção. O período de registro de candidaturas encerra-se no dia 16 de setembro.

Publicidade