Prazo para inscrições a ‘corrida virtual’ se encerra nesta quinta

360
Da redação

As inscrições para a 1ª Run Virtual Tatuí encerram-se nesta quinta-feira, 25. A prova é uma iniciativa entre a equipe Contra Tempo Running e a Go Desafios, a qual permitirá que os atletas tatuianos possam “matar a saudade” de competições ainda durante a quarentena.

A prova virtual será disputada em distâncias de 5 km, 10 km e 15 km. Conforme a disponibilidade, o participante poderá percorrer a distância escolhida a partir das 7h de sábado, 27, até às 19h do dia seguinte.

As matrículas à corrida virtual devem ser feitas pelo site: https://godesafios.com.br/run-virtual-tatui/?utm=contratempo, mediante pagamento de taxa de R$ 28,90.

O evento é organizado exclusivamente aos corredores tatuianos. O competidor pode escolher o local no qual irá percorrer a quilometragem selecionada, desde que seja no município.

A comprovação da corrida será feita através de aplicativos de celular ou relógios que registram a atividade física. O participante deverá enviar, até às 19h de domingo, 28, uma foto do dispositivo, contendo a data, distância percorrida e o tempo do atleta, no link: godesafio.com.br/validar. Segundo o regulamento, não é permitido que a atividade seja pausada e retomada posteriormente.

Os organizadores disponibilizarão a classificação geral. Não haverá premiação com troféus aos primeiros colocados, por ser uma prova de percurso livre. Contudo, todos os participantes que concluírem a quilometragem escolhida dentro do prazo estipulado receberão medalhas.

O educador físico Diogo Gil, orientador da equipe Contra Tempo Running, informou que a ideia de promover a corrida virtual surgiu dele e do empresário Marcos Bueno, desenvolvedor do site Go Desafios. Segundo ele, até a semana passada, cerca de 50 corredores tatuianos já haviam realizado inscrições ao evento.

Conforme Gil, muitos atletas do município continuaram praticando atividades físicas durante a quarentena. Segundo ele, a Run Virtual Tatuí é um estímulo para que eles possam continuar correndo. “Eles estão morrendo de saudade de correr para ganhar uma medalha”, revelou.

Gil afirma que a intenção do evento não é provocar aglomerações. Para isso, os organizadores decidiram não estabelecer um percurso, e, desta forma, os competidores realizarem a prova sozinhos.