Praça da Matriz sedia abertura da Campanha do Agasalho de 2018

1074
Presidente do Fusstat, Sônia Ribeiro da Silva, fala sobre o início de campanha de arrecadação (foto: Gabriel Guerra)
Publicidade

O Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí) realiza na Praça da Matriz, às 10h deste sábado, 21, a abertura oficial da Campanha do Agasalho 2018. A iniciativa é realizada em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo e tem como tema o slogan “É tempo de doar!”.

Neste ano, a campanha conta com a participação da Turma da Mônica, do cartunista Maurício de Souza, que estará presente em todas as peças publicitárias de divulgação, incentivando a população a participar com doações de peças de roupa em bom estado.

Na semana passada, a presidente do Fusstat, Sônia Maria Ribeiro da Silva, participou do lançamento estadual da campanha. O evento foi realizado em São Paulo e contou com a presença da ex-presidente do Fundo Social paulista, Lu Alckmin.

O Fusstat disponibilizará, na Praça da Matriz, duas caixas para a arrecadação de cobertores, calçados e roupas novas e usadas em bom estado. No entanto, outras 300 caixas serão distribuídas no comércio local, nas entidades, escolas municipais e estaduais, pré-escolas, creches e órgãos públicos.

“No dia 2 de junho, vamos fazer o evento do ‘Dia D’, na Praça da Matriz, às 10h30, quando vamos receber as doações maiores, das empresas, dos grupos de escoteiros, escolas e todos os nossos colaboradores de sempre”, antecipou Sônia.

Publicidade

Em 2017, 43 mil peças foram arrecadadas e, para este ano, a expectativa é de se alcançar, no mínimo, 30% a mais. As doações serão destinadas para famílias tatuianas em vulnerabilidade social, devidamente cadastradas nos programas sociais do governo, bem como em entidades filantrópicas do município.

A presidente do Fusstat conta que espera um inverno mais aquecido em 2018 e aponta que se surpreendeu com a quantidade arrecadada no ano anterior, o primeiro da nova administração do Fundo Social.

Entre os dias 4 de junho a 12 de julho, será feita a reciclagem do material arrecadado. Um salão será preparado para receber todos os produtos doados, que serão selecionados para as entidades cadastradas.

“É o evento social mais importante do Fundo Social porque lida com as pessoas carentes. Pretendemos atingir uma grande quantidade de pessoas com cobertores e roupas de inverno”, definiu.

Sônia falou sobre outras atividades que estão sendo preparadas pelas voluntárias do Fusstat durante o ano. Na semana do Dia das Mães, entre 10 e 12 de maio, será realizada mais uma edição do “Bazar Solidário”, com a venda de peças artesanais confeccionadas durante os cursos oferecidos pelo órgão.

Nos três dias do bazar, também será realizado o “Café Gourmet Solidário”, com vários tipos de pães, tortas e doces. Os produtos também são preparados pelos assistidos.

“Todos estão convidados a participar desses dois eventos, que são fundamentais para a manutenção das atividades que desenvolvemos”, completou.

Outra realização que está sendo preparada pelo Fusstat é o Casamento Comunitário. Neste ano, 50 casais irão celebrar o matrimônio, no dia 26 de maio. O evento será realizado na Associação Atlética XI de Agosto e terá novidades.

“Nós conseguimos parcerias e vamos fornecer tudo o que é necessário. Aliança, vestido, sapatos, terno, maquiagem, bolo, presentes e viagens”, contou a presidente.

Sônia informa que várias frentes estão trabalhando para a preparação do casamento. Desde a documentação, para a união civil, no cartório, até a escolha dos vestidos das noivas, decoração e músicas.

O Fusstat iniciou, no dia 10 de abril, mais uma série de cursos de qualificação. Na cozinha do salão da Igreja Católica do bairro Congonhal, começou o curso de panificação, que irá atender 20 alunas.

No Santa Rita, em parceria com o Comitê de Investimento Social da BRF, 18 alunos participam do curso de aprendiz de cozinheiro, que terá a duração de oito meses.

“Conseguimos essa parceria muito boa, e eles estão à frente desse curso. As pessoas foram selecionadas pelo Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do Santa Rita, e, depois, os dois melhores alunos poderão ser contratados pela empresa”, explicou.

A presidente conta que busca um local para a realização de cursos no bairro Americana, que será o próximo a ser comtemplado pela entidade. O décimo centro de capacitação também está nos planos, devendo ser instalado nos próximos meses, na vila Doutor Laurindo.

Os cursos extras, de pizzaiolo e sushiman, serão realizados em parceria com a Secretaria Municipal do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude. A iniciativa acontecerá na Cozinha Solidária, na vila Esperança.

As inscrições poderão ser feitas no Fusstat, entre os dias 23 e 27 de abril. Serão contempladas duas turmas, de 15 alunos, que poderão aprender o ofício.

Outra atividade que está sendo realizada pelo Fundo Social é o “Brincando com as Panelas”, no bairro Santa Rita. O projeto é destinado aos adolescentes que ficam sem atividades fora do período escolar – assim como o “Recicla Vida”, realizado no Jardim Gonzaga.

“Esses jovens participam de diversas atividades durante a semana. Conversam com psicólogos, plantam, fazem trabalhos manuais e se ocupam fora da escola”, enumerou a presidente.

Sônia também destacou a participação das atletas do projeto Envelhecer com Qualidade de Vida nos Jogos Regionais do Idoso. As duas medalhas de prata conquistadas por Valdir Benedito Oliveira, na natação, encheram de orgulho a presidente da entidade. A coreografia também fez bonito e encantou o público.

“Foi a primeira vez que o Fundo Social de Tatuí, desde que começou, ficou em segundo lugar na esfera estadual. Eles foram muito aplaudidos, e nós saímos de lá vitoriosos”, comentou Sônia.

Os 220 idosos têm participado de diversas atividades, como aulas de canto e violão. Os assistidos ainda passam por avaliação médica e psicológica, recebem alimentação equilibrada, preparada por nutricionistas, e têm toda a atenção necessária.

A presidente do Fundo Social destacou que os trabalhos da entidade não param. “A união da equipe é fundamental, e está fazendo a diferença para a qualidade das atividades desenvolvidas”, ressaltou.

“O Fusstat virou uma empresa com credibilidade. As pessoas querem nos ajudar, e isso prova a qualidade do trabalho que desenvolvemos aqui”, completou.

Publicidade