PM prende duas pessoas por por porte de arma e munições

1921
Uma das armas apreendidas nos bairros Santa Cruz e Jurumirim (foto: Polícia Militar)

A Polícia Militar apreendeu dois revólveres e mais de 20 munições, de calibre 32 e 38, em duas ocorrências distintas, nos dias 21 e 23. Um açougueiro de 50 anos foi preso por violência doméstica, no bairro Santa Cruz, e um homem de 65 anos deve responder por ter disparado dois tiros em um bar do bairro Jurumirim.

O caso mais recente aconteceu na madrugada de segunda-feira, 23, quando o açougueiro foi preso suspeito de violência doméstica, após ser flagrado com um revólver calibre 32 e munições, no bairro Santa Cruz.

De acordo com a Polícia Militar, uma mulher acionou a PM, por volta de 1h da manhã, dizendo que teria sido agredida e ameaçada de morte pelo marido. Em buscas pelo imóvel, foi apreendido um revólver calibre 32 e 18 munições.

Questionado, o acusado afirmou que ganhara a arma havia muito tempo, mas não soube informar a procedência do objeto. O homem foi encaminhado à Delegacia Central, onde a arma ficou aprendida e ele, à disposição da Justiça.

A outra arma a PM apreendeu na noite de sábado, 21, no bairro Jurumirim, após ser acionada para atender a uma ocorrência de briga em um bar. Ainda segundo a PM, uma viatura estava em patrulhamento quando recebeu a denúncia sobre a briga.

O denunciante teria informado que um dos envolvidos estaria armado e teria efetuado dois disparos. Durante a abordagem, viaturas da Força Tática estiveram no local e apreenderam um revólver da marca Taurus, calibre 38, com quatro cartuchos de munição intactos.

Conforme o boletim, o acusado, de 65 anos, teria se envolvido em uma briga com um lavrador de 50 anos. Ele teria feito ameaças e deixado o bar, retornando armado, após alguns minutos, efetuando dois disparos. Ele teria sido desarmado por clientes do estabelecimento e fugido logo em seguida.

Os militares localizaram o acusado em um sítio próximo ao bar. Ele foi apresentado na Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça.