PM e GCM prendem seis pessoas por tráfico de drogas em apenas três dias

1809
Maior apreensão recolheu mais de mil porções de maconha, cocaína e crack (foto: Polícia Militar)

Seis pessoas, entre elas uma grávida de 19 anos, foram presas em flagrante por tráficos de drogas, entre os dias 21 e 23. Os flagrantes foram efetuados pela GCM (Guarda Civil Municipal) e pela Polícia Militar, nos bairros Rosa Garcia II, vila Jurema, Fundação Manoel Guedes e Jardim Santa Rita.

O caso mais recente aconteceu na madrugada desta sexta-feira, 23, no Jardim Santa Rita, onde Marcos Igor dos Santos, 22, foi preso após ser flagrado com seis porções de crack e três tijolos de maconha.

O flagrante foi efetuado por uma equipe da Força Tática da PM, durante patrulhamento. Segundo a PM, Santos estava na rua professor Euchario Holtz, por volta das 2h, quando, ao visualizar a viatura, teria mudado de comportamento e jogado algo no chão.

Durante a abordagem pessoal, os militares encontraram seis porções de crack. Indagado, ele teria confessado que estava vendendo as drogas.

Em seguida, com o apoio de outras viaturas, a PM realizou buscas na casa do acusado. No imóvel, foram encontrados três tijolos de maconha e anotações de contabilidade do tráfico, segundo o BO.

Na quinta-feira, 22, em averiguação a uma denúncia de tráfico na vila Jurema, a GCM prendeu em flagrante Willian Alexandre Martins, 19.

Segundo a GCM, o acusado estava em frente a uma casa, na rua Santo Amaro, quando levantou suspeitas ao tentar se esconder na residência. Em revista pessoal, os guardas encontraram 28 pedras de crack, conforme o BO.

Indagado, ele teria confessado que estava comercializando drogas. No imóvel, a GCM encontrou uma porção de 70 gramas de maconha, sacos plásticos para embalar a droga e duas balanças digitais.

Ainda na quarta-feira, Bruno Gustavo de Miranda Mega, 21, e Ricardo Pereira de Sousa, 22, foram presos no bairro Fundação Manoel Guedes.

A equipe da GCM teria suspeitado da movimentação dos dois, próximos a uma área verde. Ao verem a viatura, os suspeitos tentaram fugir, mas a equipe conseguiu abordá-los.

Com eles, foram encontrados 142 porções de maconha, 84 pinos de cocaína, 106 porções de crack e R$ 158, conforme registrado em BO. Eles teriam confessado o tráfico.

A maior apreensão aconteceu na quarta-feira, 21, quando três jovens, entre eles, uma grávida de 19 anos, foram presos no bairro Rosa Garcia II. O flagrante foi efetuado pela GCM, com apoio da Polícia Militar.

Além de munições, mais de mil porções de maconha, cocaína e crack foram apreendidas.

De acordo com a GCM, a guarnição estava em patrulhamento pelo bairro, por volta das 0h, quando recebeu denúncia anônima relatando que o morador de uma casa, na rua Teófilo Andrade Gama, havia acabado de receber entorpecentes a serem comercializados.

No local informado pelo denunciante, já acompanhados de uma viatura da PM, os agentes encontraram Ygor Moisés dos Santos Siqueira, 21, que saia de uma casa com uma sacola na mão. Ao ver a viatura, ele teria corrido para o interior da residência, onde foi capturado em seguida.

Com ele, os guardas e policiais encontraram 14 porções de maconha e 14 pinos de cocaína. Na casa, estavam, ainda, Rosana Marques Gomes – com quatro meses de gestação – e Giovanni Ribeiro de Lima, 20. Lima teria tentado fugir pulando um muro nos fundos do quintal, mas foi capturado pelos agentes.

Em buscas pela casa, foram encontradas mais 547 cápsulas de cocaína, 470 pedras de crack, um tijolo de maconha, 62 porções da droga já embaladas para venda e um “pé” de maconha, ainda segundo o boletim de ocorrência.

Além dos entorpecentes, foram apreendidas nove munições de calibre 32, uma munição de calibre 22, uma balança de precisão, dois aparelhos celulares, R$ 390 em dinheiro e anotações do tráfico.

Conforme a GCM, ao serem indagados os três afirmaram que estão desempregados e praticam a venda de drogas, há quase três meses, em razão dessa situação.

Todos os envolvidos foram encaminhados ao plantão da Delegacia Central, onde permanecem à disposição da Justiça.