PC realiza operação e apreende máquinas de azar no Alvorada

332





Operação realizada pela Polícia Civil na manhã de sexta-feira da semana passada, dia 15, resultou na apreensão de máquinas caça-níqueis em uma casa no Residencial Alvorada. Ao todo, houve recolhimento de dez equipamentos e autuação de um casal, um homem e uma mulher de idades não divulgadas.

Segundo documento assinado pelo delegado Emanuel dos Santos Françani, eles responderão contravenção penal pelo crime de jogo de azar. Os dois tiveram a residência vistoriada a partir de mandado judicial, expedido pela 1ª Vara Criminal da comarca.

A PC solicitou mandado de busca e apreensão a partir de investigações. Conforme o delegado, a suspeita era de que o imóvel estava sendo usado para abrigar os equipamentos e que os moradores “realizariam atividade ilegal”.

No endereço investigado, os policiais civis localizaram dez máquinas de jogo de azar. Os equipamentos estavam desligados e guardados na sala de entrada da casa.

Conforme TCO (termo circunstanciado) registrado na manhã do dia 15, as máquinas também estariam vazias – não continham dinheiro no interior. Segundo o documento, o próprio casal abriu os equipamentos, com uso de chaves que também foram recolhidas. A PC apreendeu, ainda, um caderno de anotações.

Françani relatou no documento que o casal teria dito que utilizava a residência para exploração de jogo ilegal havia três meses. Segundo ele, o homem e a mulher alegaram, ainda, que as máquinas caça-níqueis teriam sido trazidas por “desconhecidos” de São Paulo, que recolhiam dinheiro a cada 15 dias.