Páscoa é Perdão!

338
RAUL VALLERINE

Eu vos dou um novo mandamento, que vos ameis uns aos outros, como eu vos amei, para que vós também 002mutuamente vos ameis. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.

João 13: 34-35

Desde os meus tempos de criança que eu fico pensando sobre o sentido da Páscoa. O que é? Para que serve? O que significa? Não raro a gente ouve dizer: “Páscoa é vida nova”, é “passagem”, é mudança.

Uma data em que todos fazem troca de presentes, chocolates, enfim, coisas boas. Um momento de amor entre as pessoas.

Foi nesta data que o maior homem que já pisou nesta Terra deu a sua vida em nome do amor, perdão e caridade: Jesus Cristo.

Independente da nossa crença, a Páscoa é um momento de reflexão, momento único em que o filho homem de Deus Pai morreu por nós para nos salvar.

Se você não acredita nisto, não tem problema. Reflita apenas. Um homem deu a própria vida em prol de outros homens. Ou seja, um gesto de abnegação, desprendimento, enfim, um ato único de amor.

Infelizmente, estes valores parecem bastante deturpados hoje. É mais fácil alguém dar um chocolate do que amar, perdoar ou doar. Penso que cada um dos elementos deve ser feito com coração e mais, com verdade.

Uma data que remonta a uma palavra simples, muito esquecida nos dias atuais, mas fundamental para a nossa existência, o perdão.

O que realmente importa é que o perdão deve fazer parte das nossas vidas. Afinal, porque perdoar? Porque somos seres imperfeitos, somos falhos, mas queremos acertar e o nosso semelhante igualmente tem o direito de errar.

O que faz o perdão? Traz-nos a paz. Retorna-nos ao sentido de proteção e amor fraternal. Quando perdoamos de coração somos seres em estado de graça, de paz, de bondade, de união.

O perdão não é apenas um sentimento. O perdão é um ato. O perdão é uma atitude. Perdoar não pode ser “de boca”. Perdoar tem que ser de coração, de peito aberto, sem orgulhos, sem exigência.

Perdão não significa aceitar tudo que o outro faz. Significa exigir, porque o ama. Perdoar é um ato em que temos que estar preparados.

Pois, perdoar é deixar para trás tudo que passou e começar novamente. Não é uma atitude fácil. Perdoar é difícil e por isto é tão raro. Contudo, não é impossível perdoar. O elemento mais importante para o perdão está dentro de nós, está no nosso coração, o amor.

Com o amor, o perdão se traduz em leveza, em vida feliz, em harmonia e paz de espírito. Independente da sua crença pratique o perdão.

Aproveite este feriado prolongado para estar junto daquelas pessoas que ama e praticar o perdão. O perdão verdadeiro, de coração.

Assim como no dia a dia o mais importante é termos iniciativa de buscar o crescimento e, sobretudo a felicidade. Devemos ver no ato de perdoar como parte de nossa existência.

Apesar de tudo, perdoe. Exerça o perdão no seu coração e na sua vida. Não guarde rancores de nada e de ninguém, não vale a pena. A vida é muito curta para este tipo de sentimento.

Ame os outros apesar dos outros. Ame suas qualidades e respeite os seus defeitos. Se tudo isto for difícil, então pelo menos ame. Do seu jeito, com o seu coração, suas verdades e seus desejos. O amor supera qualquer barreira. Perdoe e liberte-se!

E você pode se questionar: E o chocolate? Chocolate é símbolo do prazer, portanto, do amor e, por conseguinte, do perdão.

Coma chocolate com moderação ame muito e verdadeiramente e perdoe sem moderação, afinal, a liberdade e o amor consistem na certeza de um coração sem mágoas, rancores e frustrações, ou seja, um coração repleto de perdão para viver no amor a plenitude da felicidade!