Papai e Mamãe Noel realizam ações em Tatuí antes da chegada do Natal

227
(foto: arquivo pessoal)
Publicidade
Da redação

Presentes na Casa do Papai Noel, no teatro do Centro Cultural, até segunda-feira, 23, antevéspera do Natal, os novos Papai e Mamãe Noel de Tatuí, Lucio Rodrigues Júnior e Michele Machado de Oliveira, têm realizado ações sociais no município.

Até o ano passado, Wilson Machado, o Machadinho, e Vera Lúcia Torres, desempenharam os papéis de Papai e Mamãe Noel oficiais do município. Após dez anos desenvolvendo o trabalho voluntário, eles despediram-se das festividades natalinas.

Na segunda-feira, 16, os novos Papai e Mamãe Noel visitaram a Emei (Escola Municipal de Ensino Infantil) “Joaquim da Silva Campos”, situada no bairro Valinho. Eles foram recepcionados pelas crianças e entregaram presentes, balas e felicitações natalinas.

Conforme Rodrigues, o Casal Noel foi convidado pela diretora, Rita de Cássia Braz da Silva, para que fizesse a surpresa às crianças da creche. “Nos sensibilizamos pelo convite recebido e fomos voluntariamente. As crianças ficaram encantadas”, afirmou o “Bom Velhinho”.

De acordo com Rita, Machadinho comparecia, anualmente, à unidade escolar na época de Natal. A diretora da creche afirmou que os novos Papai e Mamãe Noel foram recebidos por 87 crianças. Segundo ela, a “Joaquim da Silva Campos” atende a 185 crianças, mas a maioria está na casa, pois os pais estão em período de recesso dos empregos.

Publicidade

Ainda conforme Rita, o objetivo da visita era “trazer a magia do Natal para todas as crianças, pois algumas delas não têm essa vivência no ambiente familiar”. “Proporcionamos, na unidade escolar, momentos de magia natalina para que todas as crianças sintam o encanto do Natal”, completou.

Na noite de quarta-feira, 18, o Papai e a Mamãe Noel entregaram um presente ao menino Matheus. Anteriormente, o garoto havia visitado a Casa do Papai Noel e deixado uma carta que, posteriormente, foi adotada por Rodrigues e Michele.

O Papai Noel revelou que o menino fora levado pela avó e chegara até ele “de uma forma humilde” e dito que gostaria de ganhar um carrinho escavadeira.

“Nos sensibilizamos com a história dele, porque estava em uma situação difícil, e realmente não tinha condição de comprar o brinquedo”, contou.

“Liguei à avó, pedindo que voltasse para atendermos o pedido do menino, pois estamos na ‘correria’ e não dava para irmos até a casa deles. Eles retornaram para receber o presente, e foi muito emocionante”, complementou.

Conforme Rodrigues, eles estão recebendo muitos pedidos simples e conhecendo histórias comoventes. Além disso, mostra-se grato pela oportunidade de fantasiar-se de Papai Noel e poder “ver o sorriso e a felicidade das crianças”.

“São inúmeros relatos que ouvimos e mexem com a gente. O que pudermos fazer e estiver ao nosso alcance para ajudar, faremos. Trabalhar com o ser humano, principalmente com as crianças, é bastante gratificante”, declarou Rodrigues.

A Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude estima que mais de 40 mil pessoas devem passar pela Casa do Papai Noel durante o mês de dezembro. O atrativo cultural foi inaugurado no dia 30 de novembro e segue aberto, das 19h às 22h, até segunda-feira, 23.

Publicidade