Padre Élcio é reeleito diretor espiritual do ‘ECC Regional Sul 1’

194
Da esquerda para a direita: João Batista, Márcia Vieira e o padre Élcio de Góes (foto: Divulgação CNBB)
Publicidade
Da reportagem

O pároco e reitor da Paróquia Santuário Nossa Senhora da Conceição, Élcio Roberto de Góes, assumirá o segundo mandato como diretor espiritual do movimento de ECC (Encontro de Casais com Cristo), da Regional Sul 1 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

O sacerdote foi reconduzido à função durante a Assembleia Regional Sul 1, realizada no Seminário Santo Antônio, na cidade de São Pedro, sábado da semana passada, 28 de novembro.

Seguindo os protocolos de distanciamento social e prevenção à Covid-19, o encontro contou com a presença dos casais e alguns diretores espirituais do ECC em um “momento de oração, partilha e reflexão sobre a caminhada a serviço do ECC”, detalhou o Góes.

Sobre a função, Góes ressaltou: “Agradeço o apoio e o incentivo do nosso bispo diocesano, dom Gorgônio (Alves da Encarnação Neto), para estar à frente deste trabalho e de todos neste serviço da igreja em favor da evangelização das famílias”.

O evento ainda elegeu João Batista Nunes Vieira e Márcia Regina Bertato Lopes Vieira, da diocese de Itapetininga, como coordenadores do ECC para o mandato que se inicia em 2021 e vai até 2025.

Publicidade

Vieira e Márcia vão suceder o casal Joberto e Rosana Guerreiro, que, atualmente, responde pelo ECC dentro do estado de São Paulo, o qual compreende a Regional Sul 1. O novo casal será empossado no Congresso da Região Sul, que se realizará na Arquidiocese de Maringá (PR), em julho de 2021.

O ECC

O Encontro de Casais com Cristo celebrou o jubileu de ouro neste ano. O movimento foi criado pelo padre Alfonso Pastore, em abril de 1970, e desenvolvido em três etapas distintas, cada uma com características e finalidades próprias.

A proposta foi encaminhada à Arquidiocese de São Paulo e teve a aprovação do então arcebispo, dom Paulo Evaristo Arns.

Nos dias 10, 11 e 12 de julho de 1970, foi realizado o primeiro ECC, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Pompeia (SP). Outros encontros foram realizados, logo em seguida, nos meses de agosto, setembro e outubro daquele ano.

O ECC se expandiu a outras paróquias de São Paulo e, gradativamente, a todo o país. Em 1985, foi criado o “Documento Nacional” – uma espécie de constituição do ECC -, reunindo os conteúdos produzidos por Pastore e pelo casal Kleber Antônio Ferreira e Laureci Henriqson Ferreira, de Porto Alegre, com a contribuição das coordenações regionais.

Publicidade