Notas Policiais

  • Foragido é flagrado tentando furtar item de supermercado

Um sujeito de 46 anos acabou preso, na tarde de sábado, 9, acusado de tentar de furtar um supermercado localizado na área central. O indiciado ainda constava como “foragido” da Justiça. A Polícia Militar apresentou a ocorrência, logo depois, no plantão policial.

Por volta das 13h30, segundo a corporação, uma equipe recebeu ligação de um agente que estava de folga, informando que, enquanto fazia compras com familiares, havia reconhecido um indivíduo que estava foragido da Justiça, dentro do estabelecimento.

Ao chegar no local, de acordo com a PM, os policiais souberam que o agente, que estava de folga, havia notado um volume na cintura do sujeito e decidiu abordá-lo. Na abordagem, constatou que o homem havia acabado de furtar um faqueiro do supermercado.

Conforme o boletim de ocorrência, os agentes consultaram o nome do suspeito, identificado como André Reginaldo de Oliveira, e constataram que ele havia fugido de uma unidade prisional.

O foragido foi levado ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes, onde permaneceu à disposição da Justiça.


  • Vítima paga ‘tratamento’ de garota após trocas de fotos

Um homem de 47 anos, residente na vila São Cristóvão, procurou a Delegacia Central, na tarde de domingo, 10, para registrar boletim de ocorrência de estelionato. A vítima alega que o suposto pai de uma garota lhe pedira dinheiro após ter trocado algumas fotos com ela nas redes sociais.

Conforme o documento, anteriormente, o tatuiano recebeu uma solicitação de amizade no Facebook de um perfil com o nome “Flávia”. Na sequência, a “nova amiga” mandou mensagens para o homem e, no decorrer da conversa, passaram a trocar algumas fotos.

Entretanto, segundo o boletim, no sábado, 9, uma pessoa, que se apresentou como “Roberto”, enviou mensagens ao homem, afirmando ser pai de Flávia. Ele pediu R$ 2.000, alegando que o dinheiro seria para pagar um tratamento de Flávia.

De acordo com o boletim, de imediato, o tatuiano realizou a transferência, via Pix. O dinheiro foi enviado a uma conta da Caixa Econômica Federal, em benefício de “Ronaldo Paz Dorneles”.

A vítima disse à PC que só percebeu que caíra em golpe quando o autor pediu mais dinheiro. Por medo, a vítima apagou as conversas e diz não se recordar do sobrenome de Flávia e de Roberto.


  • Disparo atinge vidro de carro estacionado na área central

O carro de um homem de 30 anos teve um dos vidros quebrados por um disparo de arma de fogo. O veículo foi atingido enquanto estava estacionado dentro da casa do proprietário, na área central. O caso aconteceu na noite de domingo, 10, mas só foi comunicado à Delegacia Central na manhã do dia seguinte.

Segundo relatado, por volta das 22h, enquanto estava dentro da residência, o morador escutou o barulho de um vidro quebrando. Ele abriu a janela de um dos cômodos e percebeu que era um dos vidros do veículo, estacionado na garagem, que havia sido danificado.

Na sequência, conforme relatado, o dono do carro saiu fora do imóvel para tentar avistar alguma pessoa, porém, não viu ninguém. Pouco depois, ele foi até o carro, mas não encontrou nenhuma pedra ou outro objeto que pudesse ter quebrado o vidro.

Ainda segundo relatado pela vítima, ela tampou o buraco no vidro com uma fita adesiva antes de ir dormir. Somente na manhã seguinte, ao retornar ao carro, ele encontrou um projétil de arma de fogo e decidiu registrar o boletim de ocorrência na DC.


  • Suspeito receberia R$ 2.000 para trazer cocaína à cidade

A Polícia Militar Rodoviária prendeu, na noite de quarta-feira, 13, um indivíduo de 32 anos suspeito de tráfico de entorpecentes, na vila São Cristóvão. Durante a ação, a corporação localizou um tijolo de cocaína dentro de um veículo abordado na rodovia Presidente Castello Branco, a SP-280.

De acordo com a PMR, por volta das 22h, durante patrulhamento pela rodovia, os agentes avistaram um Fiat modelo Palio trafegando em alta velocidade. A equipe possuía uma denúncia de que o carro seria utilizado por “Mário”, vulgo “Maia”, para buscar entorpecentes em Sorocaba.

Conforme a PMR, os policiais abordaram o veículo, ocupado por Mário e uma mulher. Os agentes perceberam que os ocupantes estavam nervosos e diziam frases “desconexas um com o outro”. Em abordagem pessoal, nada de ilícito foi encontrado com eles.

Segundo o boletim de ocorrência, devido à abordagem ter ocorrido na rodovia e necessidade de uma vistoria mais minuciosa no carro, os agentes optaram por continuar a abordagem em perímetro urbano, deslocando-se à avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali.

Lá, ainda conforme o BO, os agentes localizaram uma peça branca embalada em um plástico transparente, sob o carpete do lado da passageira. Ao ser questionada, a moça disse desconhecer a droga. Já o condutor do veículo confessou que recebera R$ 2.000 para ir buscar o entorpecente e entregá-lo em Tatuí.

O suspeito, de acordo com o boletim de ocorrência, identificado como Mário Édson de Oliveira Rosa, foi encaminhado ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”. Posteriormente, foi conduzido à Central de Flagrantes, onde recebeu voz de prisão, sem possibilidade de fiança, e permaneceu à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome