Notas policiais

  • Tatuiano deposita valor de R$ 10 mil em site e perde acesso

Um homem, morador do Jardim Planalto, perdeu todo o dinheiro que havia depositado em um site de investimento, esperando obter lucros. O caso aconteceu no sábado anterior, 30 de abril, mas só foi informado no plantão policial na segunda-feira, 9.

Segundo relatado, um amigo indicou que o homem acessasse o site de investimentos, denominado “Funtrade”. Ele se interessou e entrou em contato, sendo informado que somente seria necessário depositar valores e que a empresa os devolveria com os supostos lucros.

A vítima disse à PC que, ao todo, depositou R$ 10 mil na conta da empresa “RF Software de Gestão Eireli”. Entretanto, a vítima informa que só percebeu que havia caído em golpe após não conseguir mais acessar o aplicativo da empresa.


  • Condutor alcoolizado provoca colisão com veículo da DER

Um homem de 53 anos acabou apreendido, na noite de domingo, 8, após provocar um acidente de trânsito na avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali, na vila São Cristóvão. Ele foi abordado pela Polícia Militar e detido, sob acusação de embriaguez ao volante.

De acordo com a corporação, por volta das 20h, uma equipe foi acionada para atender ao acidente. No local, os agentes verificaram que se tratava de uma caminhonete, da marca Chevrolet, modelo S10, sob concessão do DER (Departamento de Estrada e Rodagem), e um veículo Gol.

O motorista do carro, segundo a PM, “aparentava estar sob efeito de álcool, com odor etílico e dificuldade para caminhar”. Ele concordou em realizar o teste do “bafômetro”, que aferiu o valor de 0,88 miligrama de álcool por litro de ar alveolar (o limite é de 0,33).

Conforme o boletim de ocorrência, o sujeito foi levado à Delegacia Central, onde recebeu voz de prisão, mas acabou liberado após um filho dele pagar a fiança arbitrada em R$ 1.500. Contudo, o veículo do indivíduo permaneceu apreendido.


  • PM prende sujeito acusado de roubar posto de combustíveis

Um indivíduo de 28 anos foi preso pela Polícia Militar, na tarde de domingo, 8, suspeito de roubar um posto de combustíveis situado na rua Teófilo de Andrade Gama, na área central. A corporação apreendeu as roupas utilizadas pelo indiciado no crime, mas não conseguiu recuperar o dinheiro subtraído.

Conforme a PM, uma equipe foi informada de que o estabelecimento havia sido roubado por um sujeito e recebeu as imagens do sistema de monitoramento, pelas quais os agentes puderam observar as características e vestimentas do criminoso.

O frentista relatou que o ladrão havia mostrado um revólver preto e roubado R$ 183, antes de fugir em direção à linha férrea.

De acordo com a corporação, os policiais foram até a linha férrea e, durante o trajeto, encontraram a camiseta e o boné usados pelo criminoso. Pouco à frente, eles encontraram um homem vestido com outras roupas, porém, com o mesmo tênis e tatuagens, observadas nas imagens de segurança.

Ao ser questionado, segundo o boletim de ocorrência, inicialmente, o indivíduo negou o crime. Entretanto, após ter recebido voz de prisão, confessou o roubo.

O sujeito garantiu aos policiais que não estava armado e havia utilizado uma garrafinha de refrigerante para “fazer menção”. O dinheiro não foi encontrado, pois ele já teria o gastado para comprar entorpecentes.

Posteriormente, ainda de acordo com o boletim, o acusado, identificado como Guilherme de Jesus Fante, foi encaminhado ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes. Lá, ele teve a voz de prisão ratificada e permaneceu à disposição da Justiça.


  • Estepe de caminhonete acaba furtado dentro de condomínio

Um rapaz de 20 anos procurou a Delegacia Central, na manhã de sábado, 7, informando que o estepe de uma caminhonete, pertencente ao pai dele, havia sido subtraído. O furto ocorrera horas antes, em um condomínio no Jardim Ternura.

Segundo relatado, a caminhonete, Chevrolet modelo S10, estava estacionada na garagem da residência da vítima e, pela manhã, quando iria sair com ela, o rapaz teria escutado um barulho. Ao verificar de onde vinha, ele constatou a falta do estepe.

O jovem disse à PC que, para subtrair o objeto, o criminoso precisou romper e ainda furtou uma corrente que segurava o estepe e ficava afixada no suporte da caminhonete. Ele ainda informou que o estepe da S10 está avaliado em R$ 6.000.

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome