Notas policiais

152
  • Carro é furtado no centro com mais de 1.000 metros de cabos

Um comerciante de 49 anos, residente no Jardim Santa Emília, teve um veículo furtado na manhã de sexta-feira, 24. O carro estava estacionado na rua 13 de Fevereiro, na área central, com mais de mil metros de cabos de rede e de internet.

Segundo relatado, por volta das 6h30, o filho do comerciante estacionou o veículo e, ao retornar, cerca de duas horas depois, percebeu que havia sido furtado.

Ainda conforme o relato, além do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), no interior do carro havia duas caixas de cabo de rede, contendo 305 metros cada, avaliadas em R$ 1.644, e uma bobina de cabo de informática, contendo 915 metros, estimada em R$ 3.861,30.


  • Golpista consegue cartões de professora para ‘abençoá-los’

Uma professora de 67 anos, residente na área central, foi vítima de estelionato na manhã de sexta-feira, 24. A vítima entregou cartões bancários dela a um homem desconhecido, a pretexto de que ele iria “orar para abençoá-los”.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 11h40, a professora estava caminhando, próximo à Praça da Matriz, quando um sujeito desconhecido a abordou, afirmando que havia sido demitido de uma farmácia e que tinha comprado um terreno. Eles continuaram conversando até a praça Manoel Guedes.

Quando chegaram no local, segundo o boletim, um outro homem, o qual identificou-se como “Esmael”, surgiu chamando a professora pelo nome e dizendo que iria fazer orações para abençoá-la. Pouco depois, ele perguntou se a professora estaria com os cartões bancários para também abençoá-los, e foram buscá-los na casa dela.

Conforme o BO, a dupla convenceu a idosa a entrar em um carro cinza, e Esmael pediu para que ela entregasse os cartões e escrevesse as senhas em uma folha.

Na sequência, eles embrulharam os cartões e o papel com as senhas em um outro papel, com durex, e devolveram à professora, informando que ela só poderia abrir na segunda-feira, 27.

Ainda segundo o BO, posteriormente, a idosa recebeu mensagem de uma loja, alertando que um cartão dela havia sido utilizado em uma tentativa de compra.

De imediato, ela abriu o embrulho com os cartões e percebeu que os golpistas haviam trocado por um outro, com cartões diferentes. Os da vítima foram usados em três compras, nos valores de R$ 995, R$ 500 e R$ 998.


  • Vítima tem dinheiro tirado de conta ao ter celular roubado

Uma autônoma de 34 anos teve o celular roubado, na noite de domingo da semana passada, 19, na área central. Alguns dias depois, ao acessar o aplicativo bancário, a vítima percebeu prejuízo de mais R$ 600. O crime foi informado na Delegacia Central somente na sexta-feira, 24.

Conforme relatado pela vítima, por volta das 20h30, ela estava aguardando para atravessar a rua Juvenal de Campos quando um jovem, “de aparentemente 19 anos”, pegou o celular da mão dela (avaliado em R$ 1.390) e fugiu correndo.

A vítima disse à PC que, dois dias depois, entrou no aplicativo bancário e percebeu que estavam faltando R$ 612 na conta. Segundo ela, a única forma possível de o dinheiro ter sido transferido ou usado em alguma compra seria se alguém acessasse a conta pelo celular roubado.


  • Adolescente de 15 anos falece dois dias após sofrer acidente

Paulo Roberto Assumpção Paulino, estudante de 15 anos, faleceu na manhã de sábado, 25, no Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”. Ele estivera dois dias internado após envolver-se em um acidente na rua Teófilo de Andrade Gama.

Conforme o boletim de ocorrência, na quinta-feira, 23, às 16h37, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender ao acidente. No local, os agentes constataram a colisão entre um Ford Ka e uma bicicleta, sendo que o ciclista estava caído, bastante machucado.

De acordo com a corporação, o condutor do carro disse que o adolescente havia cruzado a frente dele e que não tinha conseguido frear para evitar a colisão. Uma equipe do Corpo de Bombeiros também foi acionada e encaminhou o estudante ao PS.

Segundo o boletim, a ocorrência foi apresentada na Central de Flagrantes. O local do acidente permaneceu preservado até a chegada da equipe de peritos. O delegado plantonista requisitou, além da perícia técnica no local, que o veículo e a bicicleta também fossem periciados.

Na tarde de sábado, 25, às 16h15, foi registrado um adendo ao boletim de ocorrência, conforme ficha médica apresentada, informando que o adolescente havia falecido às 11h. O delegado ainda requisitou exames necroscópico e complementar ao IML (Instituto Médico Legal).