Notas Policiais

530
  • Guarda captura dois menores suspeitos de tentarem roubo

A Guarda Civil Municipal apreendeu dois adolescentes, de 14 e 17 anos, na segunda-feira, 7, suspeitos de tentarem roubar uma copeira de 48 anos. O caso ocorreu na rua João Batista Corrêa Campos, no período da tarde.

De acordo com a GCM, por volta das 14h, dois agentes em motocicletas faziam patrulhamento pelo local quando visualizaram um indivíduo se distanciando de uma mulher, a qual solicitou ajuda.

Segundo a GCM, a copeira apontou para um sujeito, afirmando que ele havia tentado roubar a bolsa dela. A vítima ainda informou que ele estava acompanhado por um outro indivíduo. Ela pediu ajuda a um motociclista que pesava pelo local e, na sequência, avistou os guardas.

Conforme a corporação, os agentes abordaram os dois adolescentes e, em busca pessoal, não encontraram nada de ilícito. Questionados, os dois negaram ter tentando roubar os pertences da mulher.

Os adolescentes foram apresentados no plantão policial e receberam voz de apreensão por ato infracional de roubo, permanecendo à disposição da Justiça.


  • Imagem de vítima em celular “entrega” acusado de furto

Um desempregado de 33 anos acabou detido, na tarde de terça-feira, 8, às 14h44, suspeito de furtar um celular, na área central. Guardas civis municipais deram voz de prisão ao suspeito após visualizarem uma foto da vítima no aparelho.

Conforme a GCM, uma equipe fazia patrulhamento quando foi solicitada por uma autônoma de 35 anos. Ela contou aos guardas que um indivíduo acabara de furtar o celular dela, na rua Interventor João Alberto.

Na sequência, os agentes localizaram o suspeito na área de embarque da rodoviária municipal. Ao ser abordado, o homem estava com um celular em uma das mãos, tentando “resetá-lo”.

Segundo a GCM, indagado sobre a origem do aparelho, o indivíduo alegou que o havia comprado de um desconhecido, há dois dias. Contudo, os guardas verificaram que uma foto da vítima estava no plano de fundo do celular. Posteriormente, ela confirmou ser o celular furtado.

O acusado foi levado ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes. Após ficar em silêncio durante o interrogatório, ele acabou recebendo voz de prisão, com possibilidade de fiança no valor de R$ 2.000, quantia não paga até a finalização da ocorrência.


  • Estelionatária pede depósito para ‘liberar’ conta bancária

Uma auxiliar de limpeza de 29 anos, moradora da vila Brasil, acabou caindo em golpe ao acreditar estar desbloqueando a conta bancária dela. Os golpistas solicitaram depósito de dinheiro para “liberar” a conta da vítima. O boletim de ocorrência foi registrado na DC na tarde de quinta-feira, 10.

Conforme relatado, na sexta-feira da semana passada, 4, a auxiliar esteve em uma agência bancária na área central para receber o pagamento dela. Ao passar o cartão para efetuar o saque, o caixa eletrônico informou que não havia dinheiro disponível e que a conta estava bloqueada.

Cinco dias depois, uma mulher, que se disse chamar “Raquel Martins” e representar o Banco Itaú, entrou em contato com a auxiliar, via WhatsApp. Raquel teria orientado a vítima a realizar um depósito, no valor de R$ 1.500, para a conta ser desbloqueada.

A auxiliar disse à PC que não fora emitido comprovante do depósito, com a alegação de que ela o receberia online. Contudo, até o momento do registro do BO, a vítima não havia recebido nenhum documento no e-mail dela.


  • Metalúrgico é detido durante madrugada na ‘Salles Gomes’

Um metalúrgico de 33 anos foi preso, suspeito de embriaguez ao volante e desacato, na avenida Salles Gomes, onde pilotava uma motocicleta. A detenção aconteceu na madrugada de sexta-feira, 11, por volta das 3h50, após ele se envolver em um acidente de trânsito.

Segundo o boletim, o sujeito havia sofrido lesões, mas se recusava a receber atendimento médico. Ele ainda estaria agressivo, apresentando sinais de embriaguez e ameaçando a equipe do Samu e os guardas. O homem teve de ser algemado para ser colocado dentro da ambulância e levado do local.

No PS “Erasmo Peixoto”, conforme o BO, a equipe médica constatou lesões no nariz e na cabeça dele, além da embriaguez. Posteriormente, a Polícia Militar foi acionada para escoltar a transferência do metalúrgico ao hospital particular.

Ainda segundo o documento, até o término da elaboração da ocorrência, o homem seguia internado para realização de exames. O delegado determinou a prisão dele, em flagrante, sem a possibilidade de fiança. A motocicleta do metalúrgico ficou apreendida.