Notas Policiais

627
  • Acusada é detida duas vezes em 3h30 por furtar mercados

Uma mulher de 38 anos acabou presa duas vezes, na tarde de terça-feira, 14, acusada de tentar furtar dois supermercados. Ela pagou fiança após ser detida pela primeira vez e, pouco depois, tentou repetir o crime em outro estabelecimento comercial.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta das 14h, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender ocorrência em um supermercado localizado na rua 11 de Agosto. Um chefe de segurança informou que a mulher havia sido flagrada tentado deixar o local sem pagar por mercadorias.

Segundo o documento, ela havia tentado furtar duas latas de cerveja, um pote de creme de avelã, três barras de chocolate, um macacão e duas calças femininas, totalizando R$ 267,13. A suspeita foi levada ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, ao plantão policial, sendo liberada após pagar fiança arbitrada em R$ 1.050.

Entretanto, de acordo com o boletim, às 17h30, uma equipe da Guarda Civil Municipal acabou sendo acionada para atender a uma ocorrência semelhante, em supermercado situado na avenida Coronel Firmo Vieira de Camargo.

Conforme o BO, os agentes localizaram a mulher em uma rua próxima ao estabelecimento. Ela teria escondido, na bolsa dela, três latas de cerveja, duas de energético e uma de suco, dois chicletes, dois salgadinhos e duas tomadas, equivalentes a R$ 63,28, e deixado o local.

Ainda de acordo com o BO, a mulher confessou os furtos, alegando que possui problemas mentais e seria internada na próxima segunda-feira, 20. Ela foi novamente levada à Central de Flagrantes e detida pela segunda vez, porém, sem possibilidade de fiança.


  • PM encontra menor em moto com placa e motor irregulares

Um adolescente de 17 anos foi apreendido, na tarde de terça-feira, 14, suspeito de receptação, no Jardim Rosa Garcia 2. A Polícia Militar flagrou o acusado, acompanhado por um adolescente de 16 anos, transitando em uma moto sem documentação, além da placa e do motor estarem irregulares.

Segundo a PM, às 14h15, uma equipe realizava patrulhamento quando, pela rua Jorge Sallum, encontrou dois rapazes em uma moto vermelha, da marca Honda, modelo CG 125 Titan, com uma “placa artesanal”.

Conforme a PM, os agentes abordaram a dupla e, em busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado. Além de não possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação), o adolescente mais velho, que conduzia a moto, afirmou não possuir nenhuma documentação dela.

Conforme o boletim de ocorrência, um policial vistoriou a moto e constatou que a placa havia sido feita, artesanalmente, de alumínio. Em consulta, a numeração do chassi estava em ordem, no entanto, o número do motor constava como pertencente a uma motocicleta furtada no Rio de Janeiro.

De acordo com o boletim, o adolescente afirmou não saber da irregularidade do motor e que havia adquirido a moto em Itapetininga. Ele foi levado ao plantão policial e liberado à mãe dele, enquanto a motocicleta ficou apreendida.


  • Ladrões furtam casa enquanto morador comprava remédios

Um escrevente de 60 anos teve diversos artigos eletrônicos furtados da residência dele, na vila Doutor Laurindo. O crime aconteceu na quarta-feira, 15, enquanto ele havia saído para comprar remédios.

Segundo relatado, o homem teria ficado 30 minutos ausente da casa. Ao retornar, uma vizinha o aguardava na rua para avisá-lo de que três indivíduos, em um carro preto, modelo Gol, haviam invadido o imóvel.

Na sequência, o escrevente, ao entrar na residência, teria constatado que o portão social estava arrombado e que os ladrões haviam retirado o miolo da fechadura da porta.

A vítima disse à PC que a casa estava toda bagunçada e haviam sido furtados: uma TV Samsung; dois notebooks, da Samsung e da Positivo; um videogame Xbox One; e dois celulares, um Samsung A10 e um iPhone 6S.


  • Golpista engana aposentada e saca R$ 11.330 da conta dela

Uma aposentada de 68 anos, moradora do Jardim Primavera, acabou alvo de estelionatários. Com o cartão bancário e senha da vítima, os golpistas retiraram R$ 11.330 da conta dela. O caso aconteceu na quinta-feira, 9, mas só foi comunicado na Delegacia Central uma semana depois.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima recebeu uma ligação de “Mariana”, informando ser funcionária da operadora de cartões da Caixa Econômica Federal. A suposta atendente afirmou que o cartão de débito da aposentada estava sendo usado para uma compra no valor de R$ 2.100 em Jundiaí.

Conforme o boletim, pelo fato de a vítima não ter o costume de usar o cartão, a empresa teria suspeitado e bloqueado a compra. No entanto, Mariana informou que o bloqueio era por cinco minutos e que a mulher deveria ligar ao “0800” da Caixa para solicitar o bloqueio definitivo.

Segundo o boletim, a aposentada efetuou uma nova ligação e informou a senha dela, conforme solicitado, pois acreditava estar conversando com um atendente do banco. Os golpistas pediram que ela escrevesse uma carta, autorizando um delegado de Jundiaí a investigar o caso.

Conforme o BO, a carta deveria ser entregue pessoalmente. Entretanto, caso a aposentada não pudesse ir a Jundiaí, o motoboy “Thiago dos Santos” iria até a casa dela e informaria o código “1565”, antes de pegar o cartão e a carta. Após seguir as recomendações, a aposentada foi informada de que receberia um novo cartão em três dias úteis.

Ainda segundo o BO, posteriormente, a aposentada e a filha dela verificaram o saldo da conta bancária e notaram o golpe. Os estelionatários sacaram R$ 11.330, deixando saldo de R$ 1,58.