Notas policiais

470
  • Sujeito é preso por levar ‘som’ e cadeira de bebê de veículo

Um homem de 39 anos foi detido, na manhã de sexta-feira, 15, acusado de invadir um veículo e furtar objetos, na região central. O indivíduo tentou fugir, porém, acabou sendo capturado pela Polícia Militar.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 11h, o sujeito entrou em um carro branco, da marca Fiat, modelo Palio Fire, pertencente a um mecânico de 55 anos, e subtraiu um aparelho de som automotivo e uma cadeira de bebê.

Conforme o documento, o proprietário do automóvel tentou perseguir o indivíduo com os objetos furtados, entretanto, não conseguiu alcançá-lo.

Segundo a PM, uma equipe fazia patrulhamento de rotina quando foi acionada, via rádio, para atender à ocorrência. Posteriormente, os policiais localizaram e capturaram o indivíduo. O aparelho de som acabou recuperado e devolvido à vítima, porém, a cadeira de bebê não foi localizada.

Na Central de Flagrantes, o causado confessou o crime e foi indiciado, sem a possibilidade de fiança, pois possuía outra condenação criminal havia menos de cinco anos, permanecendo à disposição da Justiça.


  • Delegacia Central apreende 3 automóveis abandonados

Três veículos de diferentes montadoras foram apreendidos na tarde de sexta-feira, 15. Os automóveis estavam abandonados em ruas do município e foram recolhidos por funcionários da prefeitura.

De acordo com o boletim de ocorrência, os três veículos são: Honda, modelo Civic, ano 1993; Fiat, Tipo, 1995; e Volkswagen, Fusca, 1979.

Conforme o boletim, a prefeitura informou que os automóveis estavam em locais inapropriados, com risco de acúmulo de animais peçonhentos e infectuosos. Os três carros foram encaminhados ao pátio do CR Trans, com solicitação de exame do Instituto de Criminalística.


  • GCM flagra venda de crack e prende ceramista por tráfico

Um ceramista de 29 anos acabou sendo preso, na noite de sábado, 16, suspeito de tráfico de entorpecentes no Jardim Thomaz Guedes. Durante a ação, a Guarda Civil Municipal apreendeu porções de crack e dinheiro.

Conforme a GCM, uma guarnição recebeu informações de que o ceramista estaria comercializando drogas e deixando as porções escondidas no pé de uma árvore, em frente à residência dele, na rua Antônio Carlos Silva.

No local indicado, os agentes teriam visto o sujeito entregar algo a um motoqueiro. Ao notar a aproximação da viatura, o motoqueiro teria fugido, e somente o ceramista acabou sendo abordado.

Em revista pessoal, um guarda teria localizado R$ 20 no bolso da calça do indivíduo. Questionado sobre o que entregara ao motoqueiro, o ceramista teria afirmado que vendera dois papelotes de uso próprio por R$ 10 cada.

Segundo o boletim de ocorrência, o indivíduo confirmou aos agentes que havia mais entorpecentes na casa dele. No interior do imóvel, foram localizados dois papelotes de crack em cima de uma prateleira. O ceramista alegou que daria um dos papelotes para a esposa dele fumar.

Posteriormente, no pé da árvore, em frente da residência, os guardas ainda teriam encontrado um pote de plástico contendo 12 papelotes da mesma droga semelhantes aos que foram localizados no imóvel.

O ceramista recebeu voz de prisão em flagrante, sendo conduzido ao Pronto Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes, onde ele permaneceu à disposição da Justiça.


  • Denúncia provoca apreensão de 3 adolescentes com drogas

Três adolescentes, todos de 17 anos, foram apreendidos durante a madrugada de domingo, 17, acusados de tráfico de drogas no Jardim Santa Rita de Cássia. Durante a ação, a Guarda Civil Municipal recolheu porções de cocaína e maconha, produtos para embalagens de entorpecentes e dinheiro.

De acordo com a GCM, uma equipe que patrulhava o bairro recebeu denúncia anônima de que três adolescentes estariam vendo drogas na rua João Abrame. Segundo o denunciante, um dos jovens seria responsável pela comercialização de maconha e os outros dois, de cocaína.

A equipe se deslocou ao endereço informado e, enquanto se aproximava, três adolescentes teriam “mudado de comportamento”. Ao perceberem que seriam abordados, um deles teria jogado algo no chão, enquanto os demais entraram dentro da residência.

Conforme o boletim, o sujeito que permaneceu fora do imóvel foi o primeiro a ser abordado, sendo encontrados com ele R$ 40. Na sequência, os agentes constataram que dois papelotes de cocaína, tipo “Aricanduva”, haviam sido descartados. No entanto, ele negou que os comercializaria.

Segundo o BO, somente uma tesoura foi encontrada com o adolescente, que reside no imóvel. Dentro do guarda-roupas dele, os guardas localizaram quatro tijolos e sementes de maconha, “apetrechos” para embalagem das drogas e R$ 430. O indivíduo confessou que estava vendendo as drogas.

O terceiro adolescente teria sido capturado no fundo da casa, mas não carregava nada de ilícito. Ao verificar uma máquina de lavar roupas, um guarda teria encontrado quatro papelotes de cocaína e o jovem, assumido que estava comercializando os entorpecentes.

Os três receberam voz de apreensão por tráfico de drogas, sendo encaminhados ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”, e posteriormente, à Central de Flagrantes, onde ficaram à disposição da Vara da Infância e Juventude.