Notas policiais

1978
  • Caminhoneiro tem carteira de trabalho furtada por ladrões

Na quinta-feira, 10, um caminhoneiro de 67 anos procurou a Polícia Civil relatando que tivera a carteira de trabalho furtada. Conforme a vítima, o crime aconteceu na manhã de sexta-feira, 4, na rua Coronel Lúcio Seabra, área central do município.

Segundo relatado, o documento estava no painel do caminhão em que ele trabalha e foi levado enquanto o motorista descarregava a carga em um comércio próximo. A vítima não apontou nenhum suspeito.


  • Invasores furtam ferramentas em sítio do bairro Congonhal

Uma chácara foi invadida e furtada durante a madrugada de quinta-feira, 10, no bairro Congonhal, área rural do município. Um funcionário do sítio procurou a PC para registrar o crime na manhã do mesmo dia.

Segundo o boletim, a vítima chegou à chácara para trabalhar e notou a falta de uma serra elétrica, uma mangueira de água, arame farpado, um pulverizador costal e uma roçadeira elétrica. O funcionário não apontou testemunhas nem suspeitos pelo crime.


  • Dupla aplica golpe através de ‘inspeção’ em gás de cozinha

Duas mulheres aplicaram golpe em uma idosa de 79 anos, na tarde quinta-feira, 11, no centro da cidade. Por meio de uma suposta “inspeção” de gás de cozinha, a dupla furtou o cartão de crédito da vítima e efetuou compras em supermercados locais. A aposentada informou o crime à PC, horas depois do ocorrido, e estima um prejuízo de R$ 3.400.

Conforme o boletim, por volta das 14h, uma mulher supostamente representante de uma empresa de gás, “devidamente” identificada com uniforme e crachá, chegou à casa da vítima dizendo que precisava fazer uma “inspeção” no fogão.

A idosa autorizou a entrada da mulher, que, após “vistoria”, convenceu a dona da casa de que algumas peças precisavam ser trocadas, momento em que outra mulher entrou no imóvel com as peças para efetuar os “reparos” no fogão.

Na sequência, a dupla exigiu o pagamento em cartão de crédito e no meio da transação entregou outro cartão à vítima.

Minutos depois, a idosa descobriu que o cartão havia sido trocado e, na agência bancária correspondente, soube que a dupla já havia gastado mais de R$ 3.000 em compras em dois supermercados.


  • Vítimas têm carteiras furtadas dentro de loja na área central

Duas mulheres tiveram a carteira furtada enquanto faziam compras em um estabelecimento no centro comercial, na manhã de quinta-feira, 10. As vítimas informaram o crime à PC na tarde do mesmo dia.

Conforme relatado na primeira ocorrência, uma mulher de 41 anos estava saindo de uma loja de roupas com a filha de dois anos, no colo, às 11h30, quando percebeu a falta do objeto pessoal.

Segundo a vítima, na carteira, estavam os documentos pessoais, cartões de créditos e os cartões do SUS (Sistema Único de Saúde), em nome do marido e da filha. Ela não soube informar ao certo, mas é possível que as certidões de casamento do casal e de nascimento da menina estivessem no acessório levado.

Meia hora depois, outra mulher foi vítima de furto na mesma loja. Ela percebeu o crime no momento em que se dirigia ao caixa. Na carteira, estavam todos os documentos pessoais.


  • “Militar” cumpre mandados e prende procurados pela Justiça

Na tarde de quinta-feira, 10, a Polícia Militar prendeu duas pessoas em cumprimento de mandados de prisão.

Conforme o boletim, Mário Sérgio Rodrigues da Silva, 35, foi preso na vila Angélica. Ele tinha um mandado de prisão por roubo na 2ª Vara Criminal da Comarca de Tatuí.

Na mesma tarde, a PM prendeu o autônomo Wilson Damião Coelho Rodrigues, 28, em cumprimento de ordem judicial expedida no dia 24 de janeiro. Ele foi condenado a um ano e oito meses de reclusão em regime fechado, acusado de tráfico de drogas.

Os procurados foram encaminhados à Delegacia Central, onde permaneceram à disposição da Justiça.