UBS Santa Rita promove neste mês ações à  saúde da mulher

294
Publicidade





Nesta sexta-feira, 16, na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Santa Rita, foram realizadas ações voltadas à saúde das mulheres.

 

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, a ideia foi despertar no público feminino a noção da importância dos cuidados preventivos, seja através de hábitos saudáveis, seja pela realização de exames para detecção precoce de algumas doenças que podem ser tratadas e vencidas.

 

Publicidade

Entre os destaques, testes rápidos foram realizados para detecção de doenças sexualmente transmissíveis, como a sífilis e a o HIV, além de um mutirão para coleta do papanicolau e exames preventivos para câncer de mama.

 

Orientações para realização do autoexame, que pode ser realizado facilmente em casa por todas as mulheres, também foram passadas.

 

Aplicações de vacina contra hepatite B também aconteceram. “É importante lembrar que o público alvo são pessoas com até 49 anos ou incluídas no chamado grupo de risco, que são as gestantes, manicures, podólogas, caminhoneiros, bombeiros, policiais civis, militares e rodoviários, doadores de sangue, profissionais do sexo e coletores de lixo domiciliar e hospitalar”, explicou o secretário municipal da Saúde, José Luiz Barusso.

 

Atrações de moda e beleza também integraram a programação, por meio de um desfile de moda, realizado em parceria com uma loja, em que atuaram agentes comunitárias da Saúde, ressaltou a responsável pelo setor de Informação, Educação e Comunicação da Secretaria Municipal da Saúde, Maria Aparecida Silva Marques de Oliveira.

 

O Fundo Social de Solidariedade também participou da iniciativa, oferecendo bolos e tortas produzidos nos cursos de culinária às participantes, enquanto a equipe do Projeto Tesoura e Companhia fez seções especiais de maquiagem.

 

Outro ponto alto do evento foi o encerramento da Semana de Aleitamento Materno, que teve as ações prorrogadas e encerrou com palestra sobre o tema.

 

A comemoração a Semana Mundial de Aleitamento Materno aconteceu simultaneamente em mais de 170 países, de 1º a 7 de agosto.

 

Os postos de saúde receberam banners e folhetos educativos, contendo informações para gestantes e lactentes.

 

A programação também foi realizada na Maternidade “Maria Odete Campos Azevedo”, onde as mães assistiram a vídeos sobre amamentação e receberam orientação profissional sobre a importância do leite materno para as crianças.

 

As participantes foram presenteadas com camisetas comemorativas, com palavras de incentivo ao aleitamento.

 

Segundo a pediatra Flavia Pereira Valdetaro, o aleitamento materno é a melhor forma de fornecer aos recém-nascidos os nutrientes que eles necessitam, por ser um alimento completo, que protege contra doenças.

 

“Deve ser oferecido de maneira exclusiva até os seis meses de vida e de maneira combinada com outras fontes. Se possível, até os dois anos de idade. É muito importante para a mãe e para o bebê”, comentou.


Publicidade